Moda

"Todo mundo quer ter roupa na novela das nove", diz figurinista de "Fina Estampa"

LAURA ARTIGAS

Colaboração para UOL

Muito antes de estrear, "Fina Estampa" já sofria o assédio de grifes que disputavam pelo menos um cabide nas longas araras do acervo da emissora. Beth Filipecki, figurinista da trama, diz que já contava com um vasto caderno de endereços de marcas de moda, mas se diz impressionada com o assédio. “O mundo se abriu”, brinca. “Todo mundo quer ter roupa na novela das nove.”

Segundo Beth, o guarda-roupa da novela é um balanço entre grifes nacionais e internacionais já estabelecidas no mercado, jovens estilistas e peças desenvolvidas dentro das oficinas de costura do Projac, como é o caso do macacão cinza da protagonista Griselda Pereira (Lilia Cabral). Quanto às "musas inspiradoras" dos figurinos, há muitos nomes estrangeiros e alguns brasileiros. Paris Hilton, Madonna e Coco Chanel, além da socialite brasileira Andrea Dellal estão na lista (saiba mais na galeria de fotos acima).

  • Paris Hilton e Madonna foram inspiração para a criação dos figurinos da novela "Fina Estampa"

Assim, a afetada Tereza Cristina, interpretada por Christiane Torloni (com estilo inspirado na socialite Dellal) usará Dolce & Gabbana, mas também criações exclusivas da grife mineira Alphorria e da marca de lingerie Jogê. Carolina Dieckmann - cujo personagem, a interesseira Teodora da Silva, ainda não apareceu na novela - também exibirá peças da grife italiana, assim como da também "made in Italy" Prada e da francesa Dior. Para a personagem de Carolina foram encomendadas ainda peças exclusivas da grife jovem Planet Girl e da estilista Cris Drumond, desconhecida do grande público.

Para as roupas hippies de Álvaro (Wolf Maia) e Zamzebe (Totia Meireles), a figurinista apostou, como no caso de Cris Drumond, numa jovem estilista. Flávia Bittencourt, da marca Bitten, fornecerá parte das peças. “Pensamos num casal hippie clássico, que viajou o mundo e acumula muita experiência de vida. Supomos então que ela trouxe um lenço de cada lugar em que esteve. Seu figurino é composto por blusas feitas de amarrações de tecidos”, diz a figurinista.

Beth Filipecki conta que está tentando estabelecer parcerias junto às marcas para usar a novela como palco para pré-lançamentos de peças e coleções. “A empresa desenvolve um vestido, uma blusa, uma joia exclusiva para a gente. O figurino vai ao ar e depois a peça vai para a loja", afirma, revelando o grande negócio para marcas que conseguirem esta vitrine na rua mais movimentada da televisão brasileira.

 

Topo