Moda

Radicada no Canadá, estilista brasileira mostra coleção com tecido reciclado na semana de moda de Toronto

Divulgação
A estilista brasileira radicada no Canadá Baby Steinberg ao final de seu desfile na semana de moda de Toronto (21/10/2011) imagem: Divulgação

GEOVANNA MORCELLI

Enviada especial à Toronto*

Radicada no Canadá há cerca de 10 anos, a gaúcha Baby Steiberg apresentou sua coleção feita com tecido reaproveitado nesta sexta (21), último dia da semana de moda de Toronto.

Na passarela, a estilista que antes de se mudar para o país era enfermeira especializada em obstetrícia no Brasil, mostrou modelos que ressaltavam as texturas de materiais como lã em tricôs trançados, tule, paetês e malhas em tiras finas que formavam franjas e aplicações em vestidos, a peça-chave de sua coleção.

Segundo a brasileira, toda a matéria-prima para suas criações vem de uma indústria têxtil catarinense que lhe cede, além de sobras de tecido, outros materiais que ainda estão em fase de testes, como o tule estampado aplicado em algumas peças do desfile. Todo esse material era, até a parceria com a estilista, jogado fora pela empresa.

O apreço de Baby Steinberg por esse tipo de trabalho que valoriza o manual vem desde a infância quando criava bijuterias usando material descartado que encontrava em casa. "Sem mesmo saber, eu já estava reciclando", diz. Foi nessa época também que a estilista aprendeu com uma tia os princípios básicos do tricô, uma das técnicas mais recorrentes de seu trabalho hoje em dia.

Com um discurso de que é preciso ver beleza nos materiais que descartamos no dia a dia, a estilista diz se inspirar continuamente pelas cores das favelas brasileiras, principalmente as de Porto Alegre, onde desenvolve um projeto social com crianças carentes.

E é da cultura da periferia e do interior de "passar adiante" peças que estão paradas no guarda-roupa para amigos e familiares que podem aproveitá-las melhor, o exemplo da estilista de como por em prática um estilo de vida que preza o reaproveitamento da moda e também do "ecologiamente correto".

Sobre planos para mostrar suas peças no Brasil, a estilista conta que fará seu primeiro desfile em Porto Alegre em abril de 2012 e que deseja entrar para a programação de alguma semana de moda brasileira em breve
 


* A repórter viajou à convite da Comissão de Turismo do Canadá

Topo