Moda

Camiseta da grife de Jay-Z gera polêmica com referência ao movimento Ocupe Wall Street

Divulgação
Camiseta da grife de Jay-Z, a Rocawear imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

A marca de roupas do rapper Jay-Z, além de fazer sucesso comercial, tem funcionado como vitrine política do rapper. Em especial, por conta de uma camiseta que ele usou na última sexta-feira, dia 11, e que esgotou as vendas da noite para o dia. Na estampa da peça, a frase “Ocuppy Wall Street” (Ocupe Wall Street) -- nome do movimento que protesta contra o sistema financeiro norte-americano – foi convertida para “ocuppy all streets” (ocupe todas as ruas).

Jaz-Z tem sido chamado de oportunista por pegar carona no movimento que está chacoalhando os EUA, e a camiseta gerou tanto polêmica -- e vendas -- que, nesta semana, a Rocawear colocou um novo lote do produto à venda, para começar a ser entregue daqui um mês.

Apesar do sucesso, a grife comunicou que não planeja repassar os lucros da camiseta para os protestos. Disse que incentiva toda forma de expressão e que a frase foi só para lembrar que “há mudanças para serem feitas em toda parte, não só em Wall Street.”

Russel Simmons, produtor de hip hop, saiu em defesa de Jay-Z. Para ele, não existe nada errado com a mensagem e que ninguém é contra os negócios, “somos contrários aos negócios terem controle demais sobre nosso governo”, declarou.

Jay-Z foi um dos principais apoiadores da candidatura de Obama em 2008 e está atualmente em turnê com o cantor Kanye West, apresentando o disco da dupla, “Watch the Throne”.

Topo