Moda

Raf Simons deixa a direção criativa da Jil Sander

Alessandro Garofalo/Reuters
Raf Simons recebe os cumprimentos ao fim do desfile da Jil Sander para o Verão 2012 na semana de moda de Milão (24/09/2011) imagem: Alessandro Garofalo/Reuters

Do UOL, em São Paulo

O estilista belga Raf Simons deixará a direção criativa da grife alemã Jil Sander na segunda-feira (27), dois dias após o desfile da marca na semana de moda de Milão.

O trabalho de Simons é elogiado pela crítica especializada desde sua estreia à frente das criações da marca, em 2005. O anúncio de sua saída aconteceu em meio a rumores de que ele seria o sucessor de John Galliano na Dior.

Para completar a boataria, a alemã Jil Sander, fundadora da marca em 1968, estaria cotada para retornar ao posto deixado por ela em 2004. Jil havia saído de sua marca inicialmente em 2000, por divergências com o grupo Prada, detentor da grife desde 1999, e retornado em 2003, permanecendo ali por apenas duas temporadas. Desde 2009, a estilista assinava a +J, linha criada em parceria com a rede de fast fashion japonesa Uniqlo e descontinuada no fim do ano passado.

Segundo comunicado enviado à imprensa, o sucessor de Raf Simons será anunciado nos próximos dias.

A marca Jil Sander desfila sua coleção para o Inverno 2012 e última de Simons no sábado às 14h (horário local) em Milão.

Topo