Moda

Modelos com distúrbios alimentares ou menos de 16 anos são banidas da "Vogue" em todo o mundo

Divulgação
Capas da "Vogue" Paris, Rússia e Japão para a edição de maio de 2012 com as modelos Laetitia Casta, Maryna Linchuk e Natasha Poly imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

A revista “Vogue” assinou um acordo internacional que proíbe a presença de modelos menores de 16 anos ou que possuam distúrbios alimentares nas páginas das 19 publicações ao redor do mundo.

A nova diretriz, batizada de “Iniciativa da Saúde”, foi anunciada por meio de comunicado à imprensa enviado pela editora Condé Nast, responsável pelo título.
 
A partir de junho, todas as revistas “Vogue” passarão a selecionar suas modelos para sessões de fotos e editorias de moda de acordo com seis princípios. São eles:
 
- Não iremos conscientemente trabalhar com modelos mais novas do que 16 anos ou que pareçam sofrer de distúrbios alimentares. Iremos trabalhar com modelos que, na nossa visão, sejam saudáveis e ajudem a promover uma imagem de corpo saudável;
 
- Iremos pedir para que os “bookers” não nos enviem meninas menores de idade e que diretores de casting confiram os RGs durante seleção para sessões de fotos, desfiles e campanhas;
 
- Iremos ajudar a estruturar programas para que modelos mais velhas possam dar conselhos e orientar as mais novas, e iremos ajudar a trazer consciência à indústria por meio da educação, como tem feito parte da Iniciativa da Saúde do Conselho de Estilistas das América (CFDA);
 
- Iremos encorajar podutores a criar condições de trabalho saudáveis nos camarins, incluindo opções saudáveis de alimentação e respeito da privacidade. Iremos encorajar os agentes de casting a não manter modelos até muito tarde;
 
- Encorajamos estilistas a pensar nas consequências dos tamanhos de amostra irrealisticamente pequenos em suas roupas, o que limita as mulheres que serão fotografadas em suas roupas e estimula o uso de modelos extremamente magras;
 
- Seremos os embaixadores da mensagem de imagem de corpo saudável.
 
O que você acha dessa medida? Dê a sua opinião nos comentários abaixo.
 
Topo