Moda

Retalhos de maiôs viram vestido de festa em iniciativa sustentável

Getty Images
O nadador Ryan Lochte e a modelo Annabeth Murphy-Thomas com vestido feito a partir de retalhos de maiôs em evento da Speedo durante as Olimpíadas, em Londres (06/08/2012) imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

Uma parceria entre a marca inglesa From Somewhere e a australiana Speedo criou um vestido de festa único a partir de retalhos de maiôs que estavam no estoque da marca esportiva.

No melhor espírito olímpico, a criação recebeu o nome de “Unity” (“unidade”, em inglês) por procurar reunir diferentes países em uma só peça, por meio de suas cores. Lá, estão referências a Alemanha, Austrália, Canadá, Espanha, Estados Unidos, Grã Bretanha, Holanda, Israel e Japão.

A iniciativa incorpora o conceito de “upcycling”, em que peças de roupa, acessórios e produtos em geral ganham sobrevida em novas funções e formatos, promovendo um consumo mais sustentável.

A From Somewhere, da dupla Orsola de Castro e Filippo Ricci, cria suas coleções a partir das sobras da produção de terceiros, balizada pelo “upcycling”. Orsola e Ricci são os fundadores e curadores do conceituado projeto de moda sustentável Estethica, que integra a semana de moda de Londres.

  • Divulgação

    Detalhe para o vestido feito de retalhos

Topo