Moda

Revista "Vogue" quebra duas vezes acordo internacional por moda mais saudável

Divulgação
As modelos Ondria Hardin e Thairine Garcia em campanhas para a Salvatore Ferragamo e Alexandre Herchcovtich, respectivamente imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

A revista “Vogue” quebrou duas vezes em apenas quatro meses seu acordo internacional a favor de uma moda mais saudável ao usar modelos com menos de 16 anos em dois editoriais. A edição de chinesa mais recente trouxe a norte-americana Ondria Hardin, de 15 anos, e a brasileira Thairine Garcia, 14, fotografou um editorial para a edição japonesa de dezembro.

A notícia havia provocado burburinho na internet durante esta semana, mas apenas nesta quinta-feira (27) a Conde Nast, responsável pelo título, divulgou um comunicado oficial sobre os casos.

“A Iniciativa da Saúde que bane modelos menores de idade é muito séria, e iremos reforça-la. Nos desculpamos pelo erro que aconteceu na China. Faremos o possível para evitar erros no futuro”, disse o presidente do grupo, Jonathan Newhouse. As fotos com Thairine foram cortadas da “Vogue” Japão e não serão publicadas.

O grupo afirmou não saber a idade das modelos no momento dos ensaios e que iria pedir para que as agências enviassem documentos oficiais comprovando a idade de todas as fotografadas a partir de agora.

Vale lembrar que tanto a brasileira Thairine quanto a americana Ondira são alguns dos novos rostos de maior projeção internacional, com trabalhos para grifes importantes, e que as duas já estiveram envolvidas em outra polêmica em relação à idade das modelos. A dupla foi escalada para um desfile de Marc Jacobs no início do ano durante a semana de moda de Nova York, evento que proibiu a presença de meninas menores de 16 anos nas passarelas.

A “Iniciativa da Saúde”, da “Vogue”, proíbe também que as revista do título trabalhem com modelos que possuam distúrbios alimentares ou em ensaios que não passem uma imagem saudável. A ação foi bem recebida pelo mercado como um passo importante para a redução de expectativas não realistas sobre o corpo por parte das jovens e adolescentes em todo o mundo.

Topo