Moda

Blogs de estilo masculino são boas fontes de inspiração

Reprodução
Há boas opções de blogs especializados em moda masculina para quem quer acompanhar de perto as novidades, como Fashion Beam, I am Galla e Put This On imagem: Reprodução

Ricardo Oliveros

Do UOL, em São Paulo

Até a última década do século 20, as notícias eram veiculadas por jornais, revistas, televisão, rádio e portais na internet. Com o advento dos blogs (ou blogues), as pessoas passaram de leitores passivos, para produtores ou reprodutores ativos de fatos e, em menos de 16 anos de história, revolucionaram a forma como entendemos a comunicação. A moda também foi diretamente afetada por este fenômeno. Para você não se perder no mar de informações, Hora H selecionou dez blogs de moda masculina mais bacanas do momento.

Para se ter um ideia do poder que esta mídia tem, em 1999 o número de blogs era estimado em menos de 50; no final de 2000, a estimativa era de poucos milhares. Menos de três anos depois, os números saltaram para algo em torno de 2,5 a 4 milhões. Em 2011, foram contabilizados cerca de 164 milhões de blogs e de lá para cá, 120 mil são criados diariamente, de acordo com o estudo “State of Blogosphere” (Situação da Blogosfera), feito pela empresa Technocrati, que desde 2004 monitora as tendências da blogosfera, ou seja, o conjunto de blogs ativos no mundo.


A moda aparece em blogs temáticos desde 2002, que foram fundamentais dentro do processo de democratização do mercado de vestuário. Se antes ele era ditado por poucos designers e marcas, com o sucesso dos blogueiros, especialmente aqueles que fotografam o que está se usando nas ruas, tornaram-se fontes importantes para a pesquisa de tendências. Um dos melhores exemplos é Scott Schuman, do The Sartorialist, que existe desde 2005 e se tornou uma das maiores referências sobre o assunto.

Em 2009, o jornalista Eric Wilson publicou uma matéria no "The New York Times" sobre a ascensão dos blogs durante a semana de moda de Nova York e como uma menina de 13 anos chamada Tavi Gevinson, autora do blog Style Rookie foi convidada para sentar na primeira fila (lugar mais importante de um desfile) na apresentação de Marc Jacobs, ao lado das editoras mais influentes do mundo, como Anna Wintour da "Vogue" norte-americana.

A frase, “tenho um blog, logo existo”, uma referência à famosa frase de Descartes, “penso, logo existo”, não é uma simples piada. Com a possibilidade de “linkar” (colocar um atalho para outra página da internet) cada “post” (matéria escrita e colocada no blog) circula rapidamente nas redes sociais. Um desfile em Paris ganha repercussão instantânea por meio de fotos e textos saídos de dentro da sala. Hoje, a grande tendência são os microblogs, como Twitter, Tumblr, Pinterest, e mesmo o Instagram.

As mulheres continuam ocupando um lugar de destaque neste universo, mas os homens, antes leitores de blogs políticos ou de esporte, têm se interessado cada vez pelo assunto, o que está provocando a visibilidade de blogueiros cheios de conselhos e imagens de moda masculina.

Será que teremos num futuro próximo, “it-boys”, ou seja, a versão masculina da “it-girl”, um termo utilizado para se referir a mulheres, geralmente muito jovens, que, mesmo sem querer, criam tendências e despertam o interesse das pessoas em relação ao seu modo de vestir?

Topo