Moda

Top nº 2 do mundo se surpreende com influência de seu cabelo curto

Fernanda Schimidt/UOL
A top norte-americana Karlie Kloss posa durante entrevista em São Paulo imagem: Fernanda Schimidt/UOL

Fernanda Schimidt

Do UOL, em São Paulo

A modelo norte-americana Karlie Kloss, atualmente a segunda top do mundo, mantém a simpatia de uma “girl-next-door” (a vizinha, em tradução adaptada), com a ambição de uma mulher de negócios. “Estou apenas começando”, disse em entrevista exclusiva ao UOL na manhã desta segunda-feira (18). Ela está no Brasil para abrir o desfile da Animale, às 17h, que inaugura a programação do São Paulo Fashion Week para o Verão 2014.

Aos 20 anos, cinco deles de profissão, a modelo sonha com a primeira posição, posto atualmente ocupado por Joan Smalls segundo o ranking de modelos organizado pelo site Models.com. “Para falar a verdade, não penso muito nas outras pessoas. Tento me concentrar em mim e no melhor que posso fazer. Isso é algo que meu pai me ensinou, seja quando jogava futebol na segunda série ou em relação ao meu posicionamento na indústria de modelos. Você sempre tem de buscar o primeiro lugar”, afirmou.

Karlie provocou uma verdadeira revolução em seu visual ao cortar os cabelos bem curtos, acima do ombro. A decisão, que poderia colocar em risco a sua carreira já que a imagem da modelo sempre esteve associada aos fios longos e esvoaçantes na passarela da Victoria’s Secret, foi recebida como tendência pelo público. O corte ganhou o nome da top e, por seu sucesso, chegou a ser comparado ao usado por Jennifer Aniston para viver Rachel, personagem de “Friends”, que marcou as cabeças de mulheres em todo o mundo. “É tão engraçado, porque nunca imaginei que cortar o meu cabelo iria significar algo para alguém.Também me fez compreender como a carreira que estou construindo pode inspirar os outros”, disse.

 

Família em primeiro lugar

A família, segunda ela, é a principal razão de seu sucesso. Desde o início, mãe, pai, tios e irmãs fizeram questão de estar presente ao seu lado, seja em desfiles ou em sessões de fotos. “Eles me apoiaram muito, especialmente no começo da carreira, aos 15 anos. Se eles não estivessem ali, a cada passo, não teria conseguido – nem teria tido a vontade necessária”, afirmou ela. Mesmo hoje em dia, passada a adolescência, a presença de familiares é constante. Para a vinda a São Paulo Karlie tem a companhia da irmã mais velha, Kristine, 23. Além dela há ainda as gêmeas Kariann e Kimberly, 18. “Tê-la aqui comigo faz com que a viagem se transforme em férias ou em uma aventura. É bom quando você pode trabalhar desta forma”, disse.

As viagens pelo mundo são também sua escola informal. Formada no ensino médio, a modelo pensa em entrar na universidade “quando for a hora certa”. Por enquanto, procura absorver a cultura dos países por onde passa. “É um tipo diferente de educação. No geral, acho que esta educação que tenho recebido agora, viajando pelo mundo, é quase ou tão importante quanto a convencional”, afirmou.

Confeiteira

Fã de doces, a modelo lançou uma linha de cookies em parceria com a confeitaria Momofuku Milk Bar, de Nova York, chamada Karlie’s Kookies, com renda revertida para a ONG Feed, que trabalha para alimentar crianças carentes em idade escolar. O biscoito, tão famoso na culinária norte-americana, é uma de suas receitas favoritas. Na cozinha, Karlie diz que a característica mais importante é a paciência. “Além disso, você tem de ser preciso, criativo e experimentar tudo!"
 

Topo