Moda

Coleção de Ronaldo Fraga tem acessórios de "crochê subversivo"

Julia Guglielmetti/UOL
Talita Rossi cria bolsas de "crochê subversivo" no camarim do desfile de Ronaldo Fraga imagem: Julia Guglielmetti/UOL

Julia Guglielmetti

Do UOL, em São Paulo

Escondida no meio de um grupo de modelos, Talita Rossi chamou a atenção no camarim do desfile de Ronaldo Fraga enquanto fazia crochê em forma de seios femininos com frutas dentro.

Em parceria com o estilista, a crocheteira fez os colares, brincos e bolsas da coleção. Seu trabalho é conhecido como "crochê subversivo", onde ela questiona a feminilidade e os clichês relacionados ao universo do artesanato e trabalho manual.

Talita conta que tudo começou há algum tempo, quando fez um passo-a-passo da técnica em vídeo representando uma típica dona de casa norte-americana que terminava o crochê com a imagem de órgão sexual feminino. "A partir daí comecei a trabalhar com corpo feminino, com uma técnica feminina", conta.

  • Julia Guglielmetti/UOL

    Alguns modelos de brincos criados por Talita Rossi para a coleção de Verão 2014 de Ronaldo Fraga

Topo