Moda

Consultor responsável por incluir marcas em figurinos da Globo conta sobre profissão

Arquivo pessoal
O consultor Sandro Buffi brinca posando em frente a casa de Tufão (Murilo Benício) e Carminha (Adriana Esteves) em "Avenida Brasil" imagem: Arquivo pessoal

Julia Guglielmetti

Do UOL, em São Paulo

O consultor Sandro Buffi, do Rio de Janeiro, tem um trabalho diferente: sua missão é colocar roupas e acessórios das marcas que representa nas novelas e programas da TV Globo. Seu papel é apresentar as peças para os figurinistas da emissora, que com sua ajuda, compõem o look dos personagens.

A maioria das novelas e programas com figurino contemporâneo conta com peças apresentadas pelo consultor, entre as principais estão “Salve Jorge”, “Caminho das Índias”, “A Favorita”, “A Grande Família”, “Casseta e Planeta”, “Malhação”, “Caldeirão do Huck” e os looks da apresentadora Xuxa. Fora da TV, ele também já vestiu famosos como Baby do Brasil, Luana Piovani, Deborah Secco, Marcelo Faria, Adriana Bombom, Luigi Baricelli, Thierry Figueira e Thiago Lacerda.

No mercado há quase 20 anos,  seu trabalho é de extrema importância para as marcas que representa, pois cada aparição na novela é um sucesso de vendas.
 
Em entrevista ao UOL, Sandro conta que entrou para a moda aos 18 anos, como vendedor da loja da Benetton e lá conheceu muitos produtores dos figurinos da Globo, que iam até a loja comprar peças para os looks dos personagens. “Foi neste momento que consegui entender quais produtos funcionavam para televisão”, lembra.
 

Ao longo dos anos, subiu de cargo dentro da empresa e implantou esta parceria de consultoria com a televisão. “O comercial e o marketing andam muito ligados, um precisa do outro, pois a partir disso é possível dizer o que pode ser explorado e virar um objeto de desejo do consumidor”, diz o consultor.  “A pessoa está na casinha dela assistindo televisão, vê uma roupa que deseja e procura de qual marca é. Parece que não, mas as pessoas procuram a marca dos produtos”, completa.

Em sua trajetória profissional, Sandro trabalhou com a cantora Baby do Brasil, que segundo ele foi quem lhe ensinou tudo sobre figurino. “Foi com ela que comecei a entender que eu não posso oferecer qualquer produto para o artista vestir. Preciso levar algo certeiro, meu trabalho é mastigar e apresentar algo que sirva direitinho. Não mostro nada que vá dar problema na TV, ou estourar”, conta.
 
Após passar seis anos na Europa, o consultor retornou ao Brasil e atualmente trabalha representando diversas marcas como Doc Dog, Sophia Gomes, Gustavo Coelho, La Clava, Bárbara Mariano, entre outras. “A marca de bolsas Sophia Gomes, por exemplo, está ‘bombando’ na novela ‘Salve Jorge’, há mais de oito personagens usando as peças”, ressalta.
 
Outro trabalho marcante em sua carreira foi com a personagem da Maria Maya em “Caminho das Índias”, que lembra como “inesquecível". "Ela tinha o DNA da Doc Dog então foi incrível, pois ela vestia muitas peças da marca, foi um sucesso”.
 
O consultor frisa que é contratado das marcas, não da TV Globo e conta que ele precisa fazer uma seleção de empresas que pode apresentar, pois existem algumas que são “complicadas” e não gostam que as roupas vistam certos personagens. “Quando eu levo uma marca, ela precisa saber que ‘seja o que Deus quiser’, o produto pode parar num personagem legal ou no Morro do Alemão. O importante é mostrar a peça na TV”, comenta. 
 
“Uma situação engraçada foi quando representei uma marca brasileira, cujo nome não posso falar, que acabou vestindo a personagem Copélia, de Arlete Sales, em ‘Toma Lá da Cá’. Uma semana antes do programa começar, aparecia ela usando uma roupa estampada da empresa, e eu quase fui mandado embora porque eles não gostaram da personagem”, lembra o consultor que agora diz não trabalhar mais com “marcas chatas”.
 
Ele afirma que, quando uma peça aparece na novela, ela costuma vender muito mais na loja. Então, no seu trabalho, é preciso ter coordenação e estratégia para que quando o produto apareça nas telas, ele esteja disponível para compra. 
 
Buffi não interfere na composição dos looks, seu trabalho consiste em fazer uma seleção apurada de peças das marcas que representa e então apresentá-las para figurinistas da Globo. “Eles já sabem o perfil de marca que eu tenho, então eu chego lá, abro minha mala e não falo nada, fico só tomando cafezinho. O trabalho é todo delas, quem decide o figurino de cada personagem são elas, eu fico mudo!”, finaliza.
Topo