Moda

Figurino de "Amor à Vida" tem boas opções para os homens no trabalho

Montagem/UOL
O figurino de Félix é um dos que mais chama a atenção na novela "Amor à Vida". As peças usadas pelo ator Mateus Solano na trama global são boas para os jovens executivos imagem: Montagem/UOL

Ricardo Oliveros

Do UOL, em São Paulo

As novelas, muito mais do que as revistas de moda, se tornaram uma grande vitrine de tendências. Os figurinos colaboram não só para o entendimento dos personagens, como trazem boas ideias para usar na vida real. Em "Amor à Vida", nova novela das nove da TV Globo, o destaque vai para as roupas usadas pelos personagens masculinos em ambientes de trabalho, que podem ser facilmente levadas para o dia a dia dos brasileiros.

“A novela efetua assim o papel de uma vitrine, que familiariza o espectador com diversos estilos e modas. Através dos personagens e de toda sua historia na narrativa,os estilos de vida – que incluem roupas, ente outros produtos e serviços que cada personagem utiliza – são aos poucos compreendidos pelo público”, exemplifica Dalmer Pacheco de Almeida no estudo “Telenovela: O (in)discreto charme da burguesia” (1988).

Isso não quer dizer que o espectador vai consumir tudo o que está vendo, mas somente o que vai ao encontro do estilo com que se identifica. Em termos de moda, o ponto positivo é que, se uma novidade é proposta, o homem sabe de imediato se aquilo tem aprovação ou reprovação da maioria e ele acaba se sentindo mais seguro em adotar.

No caso de "Amor à Vida", Félix, vilão interpretado por Mateus Solano, usa muitos conjuntos monocromáticos escuros, com costume (paletó e calça), camisas e gravatas em tons próximos do preto, cinza e azuis profundos, que estão em sintonia com as propostas de marcas internacionais da Europa e Estados Unidos.

Jovens executivos podem copiar o estilo de Félix

Esqueça que ele é o vilão da novela e se concentre no que ele usa. Seu guarda-roupa é composto por costumes (paletó e calça) bem cortados, todos de cores sóbrias e sombrias, com silhueta rente ao corpo, e com cores escuras também nas camisas e gravatas. Este conjunto, além de transmitir solidez - o que é bom para compensar a juventude -, é uma excelente opção para homens que não são altos, pois ajuda a alongar a silhueta.

Altos executivos tem em César seu melhor espelho

Ao contrário de seu filho Félix, os costumes (paletó e calça) de César (Antonio Fagundes) têm corte clássico, e suas gravatas são bem mais largas, usados com camisas brancas e azuis. Esta é uma forma de afirmar o clássico que não tem erro, e fica de acordo com profissionais que trabalham em empresas formais que exigem o uso de gravata e não aceitam bem certas modernidades.

Profissionais liberais podem mirar em Murilo

Tudo bem que a última coisa que o personagem Murilo (Emilio Orciollo Netto) pensa é em trabalhar, mas seu figurino tem peças ótimas para homens que atuam em ambientes casuais, mas precisam estar elegantes. Destaque para o blazer usado com camisa sem gravata. A peça clássica de cor azul marinho é uma opção alinhada e versátil, que pode ser usada em diferentes ocasiões, combinada com calças de alfaiataria.

Jovens profissionais têm bom exemplo em Michel

Diferentes tipos de camisa jeans usados com calças cáqui fazem parte do quase uniforme de Michel (Caio Castro), médico residente do Hospital San Magno de "Amor à Vida". Seu figurino é bom para jovens profissionais que trabalham em ambientes informais, como os de informática, arquitetura ou propaganda, por exemplo.

Topo