Moda

Homens também podem misturar estampas no mesmo look; veja dicas

Divulgação
É possível combinar três padrões diferentes no mesmo conjunto, como a discreta risca-de-giz do costume (paletó e calça), as listras da camisa e o floral da gravata imagem: Divulgação

Ricardo Oliveros

Do UOL, em São Paulo

Um assunto que muitos homens se atrapalham quando vão se vestir é como combinar padronagens e estampas no mesmo conjunto. Enquanto que as regras clássicas mostram que é preferível usar uma peça estampada com outra lisa, é possível usar dois ou três motivos diferentes ao mesmo tempo e ainda assim o resultado não ficar estranho. 

A primeira coisa fazer é saber diferenciar padronagem de estampa. O primeiro termo se refere a um desenho que se repete por todo o tecido formando um padrão, como por exemplo o xadrez, listras, flores e poás (bolas); é um processo que acontece na tecelagem do material. Já a estampa é um desenho que é aplicado sobre um tecido pronto.

 
 
Existem diversas formas de acertar nas combinações entre padronagens e estampas. A ideia central é conseguir um bom equilíbrio no resultado final, que pode ser alcançado em três passos básicos: escolha da cor, dos contrastes e das espessuras ou tamanhos, independente se seu estilo for formal, casual ou esportivo. 
 
Primeiro passo: escolha uma cor principal
Quando se elege uma cor dominante ou tons próximos nas combinações entre padronagens e estampas diferentes, as chances de acertar na composição aumentam.
 
Mesmo um xadrez que utilize várias cores em sua composição, uma sempre se sobressai. Nas listradas de duas tonalidades, uma fica mais em evidência, especialmente nas de espessura mais fina.  No caso de estampas, o fundo pode ser um indicativo. Já nas totalmente coloridas, o cuidado deve ser redobrado: inicie pelas cores que se sente seguro em usar, como o azul, cinza, branco, ou preto. 
 
Segundo passo: observe as espessuras e tamanhos
Existem os xadrezes mais discretos e também os mais chamativos, com cores mais fortes, assim como listras mais finas em duas tonalidades, ou mais largas e coloridas. Para não errar, você pode começar com padrões mais discretos, como um terno risca-de-giz, daquele tipo onde as linhas são tão apagadas que poderia passar por um liso. As camisas com listras finas e com quadriculados pequenos são ótimas opções para os iniciantes. 
 
Terceiro passo: atenção aos contrastes
Se está com medo de errar, comece combinando duas padronagens discretas, porque o contraste não é tão grande. Um padrão forte com outro menos evidente pode funcionar, especialmente se houver uma boa harmonia de cores.
 
Cuidado quando juntar dois padrões muito fortes. Neste caso, dá certo quando usamos uma camiseta estampada com camisa xadrez ou bermuda. Lembre-se que camuflados, listras muito largas, ou estampas com flores, folhas e frutos muito fortes, ficam melhores se coordenados com peças lisas mesmo. 
 
As também gravatas podem ajudar a complementar as produções sem comprometer o look, por causa da menor escala que eles têm no conjunto. 
 
O exercício de combinar requer um pouco de paciência. Eleja uma peça-chave para ampliar os possíveis looks, experimente com outras peças. Olhe no espelho e veja se está confortável e seguro com o resultado. No final, vai valer a pena, porque além de dar uma levantada no seu visual, você terá um número maior de conjuntos para trabalhar ou se divertir. 
Topo