Moda

"Forbes" revela os modelos que mais lucram no mundo

Divulgação
O modelo norte-americano Sean O'Pry em campanha da rede espanhola Zara imagem: Divulgação

Relax News

Em agosto, a revista "Forbes" divulgou seu ranking anual dos ganhos das modelos. Agora, chegou a vez dos homens.

Os três primeiros da lista deste ano são um americano, um britânico e um canadense. O rendimentos dos três ultrapassou a marca de US$ 1 milhão (ou R$ 2,2 milhões) na renda anual do ranking da revista "Forbes".

1. Sean O'Pry - US$ 1,5 milhão (R$ 3,3 milhões)

Nascido no estado da Geórgia, nos EUA, ele foi descoberto durante sua adolescência por meio de seu perfil no Myspace. O'Pry já trabalhou com Calvin Klein, Versace, D&G, Ralph Lauren e Michael Kors e este ano acaba de superar David Gandy como o modelo masculino mais bem pago do mundo.

2. David Gandy - US$ 1,4 milhão (R$ 3 milhões)

David Gandy assumiu o papel (não oficialmente) de Sr. Fashion do Reino Unido por conta de seu trabalho promovendo os estilistas britânicos e a semana de moda masculina local, a London Collections: Men. Ele ainda encontrou tempo para participar de campanhas das grifes Hugo Boss, Banana Republic e Massimo Dutti. Um tipo único entre a maioria dos modelos, ele também tem grandes contratos publicitários com marcas de alimentos e bebidas, como o uísque Johnnie Walker e a empresa de sorvete Whey Hey.

3. Simon Nessman - US$ 1,1 milhão (R$ 2,4 milhões)

O canadense Simon Nessman é o último modelo a alcançar a marca de um milhão de dólares. Com apenas 23 anos, ele já foi o rosto das grifes Giorgio Armani e Michael Kors. Ex-jogador de basquete no colégio, Nessman também trabalhou para Calvin Klein e Versace.

"Não é nada mal se receber isso!", você poderia dizer. Mas ainda assim, é uma quantia insignificante comparada ao que as modelos levam para casa por ano. A super top model brasileira Gisele Bündchen ganhou US$ 42 milhões (R$ 92 milhões) entre 2012 e 2013, classificando-se no topo da lista da "Forbes", seguida da estrela australiana Miranda Kerr, que recebeu uma respeitável bagatela de US$ 7,2 milhões (R$ 16 milhões).

Outra tendência notável é o domínio absoluto de modelos masculinos do hemisfério norte. Enquanto as três principais modelos representaram o Brasil e a Austrália, entre os dez melhores também há homens da Europa, África do Sul, Porto Rico e China.

Abaixo conheça os outros modelos que se classificaram no Top 10:
4. Arthur Kulkov, russo - US$ 905 mil (R$ 1,98 milhão)
5. Noah Mills, americano - US$ 740 mil (R$ 1,6 milhão)
6. Ryan Burns, americano - US$ 610 mil (R$ 1,3 milhão)
7. Tyson Ballou, americano - US$ 425 mil (R$ 927 mil)
8. Ollie Edwards, britânico - US$ 410 mil (R$ 894 mil)
9. Jon Kortajarena, espanhol - US$ 290 mil (R$ 632 mil)
10. Tobias Sorensen, dinamarquês - US$ 265 mil (R$ 578 mil)

Topo