Moda

Estilista Jil Sander deixa sua própria grife pela terceira vez

Alessandro Garofalo/Reuters
Jil Sander ao fim de seu desfile para o Verão 2013 na semana de moda de Milão (22/09/2012) imagem: Alessandro Garofalo/Reuters

Relax News

Esta é a terceira vez que a estilista Jil Sander deixa a marca que leva seu nome e passa para sua equipe a tarefa de cria a próxima coleção Outono/Inverno 2014.

A lenda da moda minimalista Jil Sander anunciou que o próximo desfile para a coleção Primavera-Verão 2014 será o último com a sua bandeira. Segundo a grife, a saída da designer de 69 anos acontece por "razões pessoais".

Ela fundou a marca em Hamburgo em 1968, antes de vender sua empresa para a Prada em 1999 para sair um ano depois. Sander, em seguida, fez um breve retorno à sua grife, em 2003, antes de sair novamente por um período mais longo, em que trabalhou a rede japonesa de fast fashion Uniqlo, na série J +. A estilista alemã voltou à marca há pouco mais de 18 meses atrás, em fevereiro de 2012, para sua terceira temporada no comando, substituindo o belga Raf Simons, que ocupou o posto deixado por John Galliano na Dior. Simons ocupou o lugar, considerado difícil, de Jil Sander, comandando a equipe de designers de 2005 a 2012.

"Em nome do grupo, quero agradecer a Jil Sander por sua notável contribuição para a marca durante este período", disse o CEO da Jil Sander, Alessandro Cremonesi. "Seu design excepcional e sua liderança criativa foram cruciais para reforçar a marca e posicioná-lo para promover ainda mais seu crescimento ", acrescentou.

Agora, é aguardar para ver que será o sucessor de Jil.

Topo