Moda

"Sapatos transformam a mulher sem cirurgia", diz designer britânica

Clelby Trevisan/Divulgação
O designer Nicholas Kirkwood durante o showroom para a imprensa realizado em São Paulo e em parceria com o site de compras Farfetch imagem: Clelby Trevisan/Divulgação

Fernanda Schimidt

Do UOL, em São Paulo

“Os sapatos mudam a maneira como a mulher se porta. Eles transformam você em sua melhor versão, mas sem precisar de cirurgia”, explicou a designer britânica Sophia Webster, 28, sobre a obsessão feminina por sapatos.

Seu colega, conterrâneo e antigo chefe, Nicholas Kirkwood, 33, concorda. “Eles deixam você mais alta, empinam o bumbum no ponto certo e dão confiança. Não sei se é a resposta correta, mas é a melhor delas. Nunca entendi muito bem [essa loucura], mas eu não preciso entender, apenas alimentá-la”, comentou ele, principal nome entre as novas marcas de sapatos e presença constante nos pés de famosas nos tapetes vermelhos mais concorridos.

São as celebridades, aliás, sua melhor vitrine. “Eu não faço desfiles, então como é que as pessoas vão ver os meus sapatos? Nas revistas de moda ou com as famosas sendo fotografadas pelos paparazzi. As pessoas se identificam com as famosas, então por mais que eu não queira pensar nisso, elas são um aspecto importante”, disse o designer. Nicole Kidman, Gwyneth Paltrow, Jennifer Lawrence e Selena Gomez estão entre as suas manequins de carne e osso.

  • Divulgação

    Sandálias e sapatos dos designers britânicos Nicholas Kirkwood e Sophia Webster à venda no Brasil pelo site Farfetch. À esquerda, três peças de Kirkwood, com sandália preta e dourada (R$ 4.380), sandália off-white (R$ 2.697,50) e ankle boot azul (R$ 4.800); à direita, opções de Sophia, com ankle boot com transparência (R$ 4.270), sandália colorida com recortes (R$ 3.770) e sapato com bolinhas e amarração (R$ 2.940)

Kirkwood e Sophia estiveram em São Paulo no mês passado para apresentar suas criações para a imprensa em um showroom com outros seis importantes nomes da nova geração da moda britânica, organizado em parceria com o site de compras Farfetch.

O trabalho dos dois é facilmente reconhecido. As criações de Kirkwood são inspiradas pela arquitetura, em uma estética bastante marcada e ousada, que lhe rendeu três prêmios de designer de acessórios do ano no “Oscar da moda britânica”, o British Fashion Awards. Já Sophia é conhecida pelas peças coloridas, bem femininas e com toque de diversão, e segue a mesma trilha premiada – nesta segunda, ela recebeu o título de designer de acessórios em ascensão na edição 2013 do BFA.

  • Getty Images

    A britânica Sophia Webster foi eleita a designer de acessórios em ascensão pelo British Fashion Awards 2013

A originalidade nas criações é uma bandeira para ambos, ainda que afirmem não ligar para quem os copia. “De uma perspectiva de poder de marca, pintar a sola de uma determinada cor é a coisa mais fácil e eficiente que se pode fazer, mas não é o que eu quero. Prefiro focar no ‘design’ e fazer com que a marca seja conhecia pelo que está em cima do sapato”, afirmou Nicholas Kirkwood. Para a jovem designer,  “é importante ter um ponto de diferenciação. Você tem continuar a pensar novas maneiras de tornar as coisas identificáveis [pelos consumidores]”.

Sophia foi assistente de Kirkwood por dois anos até lançar sua própria marca, com a ajuda do ex-chefe. Desde a primeira coleção, suas peças são produzidas por uma fábrica no sul do Brasil. Por enquanto, as peças saem daqui para dois pontos de distribuição, um em Nova York e outro em Paris, e de lá seguem para lojas de todo o mundo.

Os consumidores brasileiros acabam, então, arcando com custos de saída e entrada das peças, algo que ela pretende mudar em breve.  A ideia é que para a coleção Inverno 2014 os sapatos comprados no Brasil sejam entregues direto da fábrica. “Ainda haverá impostos, mas estamos tentando manter o mesmo preço se você comprar os sapatos no Brasil ou nos Estados Unidos”, disse.

Topo