Moda

Saiba quais são os cortes, comprimentos e estampas que alongam a silhueta

Thinkstock
Com a roupa certa é possível ganhar alguns centímetros sem subir no salto imagem: Thinkstock

Marina Oliveira e Thaís Macena

Do UOL, em São Paulo

Mulheres altas e magras são um biótipo padrão só na passarela. Na vida real, as mais baixas, com estatura média de 1,60 metro, estão por todos os lados. E, claro, a moda também pode trabalhar a favor delas com peças e modelagens que valorizam o corpo chamado popularmente de "mignon".

Sabendo escolher a produção certa, é possível passar a impressão de que se tem alguns centímetros a mais, sem necessariamente subir no salto. Veja algumas dicas de consultoras de moda e estilo para alongar a silhueta.

Uma cor só
Mulheres de estatura baixa ficam bem com looks monocromáticos, que dão a ilusão de continuidade, ou seja, que não dividem o corpo ao meio. “Combinações em uma cor só ou com tom sobre tom resultam nesse efeito”, explica a consultora de moda Eliane de Rezende Brechtbuhl, da E.pia Consultoria de Estilo. Melhor ainda se a cor escolhida for escura ou neutra e fosca.

Cintura marcada     
Quando a cintura está bem aparente, a impressão que se tem é de pernas mais longas. Por isso, peças acinturadas são ideais para valorizar o corpo mignon, assim como cintos. “Os melhores são os modelos finos, que marcam a cintura sem cortar a silhueta, como fazem os cintos largos”, diz Aline de Campos Franco, professora do curso de Moda do Senac Americana.

Cropped
Jaquetas, blazers e blusas devem ser curtos, com comprimento que chegue, no máximo, até a altura dos ossos da bacia. Já os casacos devem sempre terminar antes do joelho. Então, uma boa pedida é aproveitar a onda das peças cropped que, quando combinadas com outras que tenham a cintura no lugar, ajudam a alongar a silhueta.

Detalhes verticais
Além das listras verticais, botões em linha ou um zíper aparente ajudam a dar a impressão de que o tronco é mais longo, conforme explica a consultora de moda e personal stylist Camila Diniz.

Estampas miúdas
Elas valorizam a silhueta "mignon", dando a sensação de menos volume. Já as estampas muito grandes e coloridas podem alterar a proporção do corpo e dar a impressão de uma estatura mais baixa.

Midi não
Segundo as especialistas, as baixinhas podem, sim, usar saias longas. De preferência, aquelas que quase encostam no chão e deixam somente o bico do sapato à mostra. O resultado fica ainda melhor se a saia tiver um corte mais reto, sem volume, e for de uma cor só. A minissaia também é uma peça coringa no guarda-roupa das mulheres pequenas, já que, por deixar as pernas à mostra, ela dá a impressão de um corpo mais esguio. “Só não recomendo os comprimentos que ficam entre o joelho e o tornozelo, como é o da saia midi”, afirma Aline.

Pés à mostra
Mulheres baixinhas não precisam virar escravas do salto alto. Sapatilhas que deixam o peito do pé bem à mostra dão a sensação de continuidade e alongam a silhueta. Escolher um sapato que tenha cor semelhante ao tom de pele natural também é um truque para fazer as pernas parecerem mais compridas. Os calçados de bico fino são outra opção para quem passar a impressão de que tem alguns centímetros a mais.

Calças retas
Calças com modelagem reta, skinny ou com a boca da perna mais ampla, como os modelos flare, são as que mais valorizam a silhueta das baixinhas. “A modelagem boot cut, que é uma flare mais estreita, fica incrível com salto alto, desde que a barra cubra quase todo o salto. Melhor ainda se o modelo tiver a cintura no lugar”, diz a consultora de imagem Ana Vaz, autora do "Pequeno Livro de Estilo" (Verus Editora). Sinal vermelho para as calça capri, com as barras dobradas e para as modelagens mais largas, como é o caso da boyfriend ou da oversized, que dão a sensação de uma estatura menor.

Acessórios na medida
No caso das baixinhas, os modelos pequenos e médios de bolsas são os ideais, porque ficam mais de acordo com as proporções do corpo de quem as utilizará. Por outro lado, brincos e colares longos funcionam bem em mulheres pequenas. “Esses acessórios criam uma linha vertical no corpo, que ajuda a alongar”, diz Camila Diniz.

Cabelo também faz diferença
Cortes médios e curtos são perfeitos para valorizar a beleza das mulheres baixinhas. Já os fios longos podem dar a impressão de uma estatura menor. Aquelas que querem aparentar alguns centímetros a mais, numa ocasião especial, também podem investir num coque alto ou em penteados com topetes.

Topo