Moda

Altura do cano da bota ajuda a valorizar o corpo; veja a ideal para você

Marina Oliveira e Thaís Macena

Do UOL, em São Paulo

Com a mudança de estação, as vitrines das lojas ficam repletas de botas de todos os modelos. Cano alto, médio, curto, acima do joelho, de salto grosso, fino, baixo ou alto: variedade é o que mais tem. E não sem motivo, já que as botas são democráticas e compõem os mais diversos looks. “Claro que se você for usar um vestido de festa, a bota não é o calçado mais apropriado. Mas, dependendo do modelo da bota, é possível criar tanto combinações despojadas quanto sofisticadas”, diz a consultora de moda Charliene Ferreira.

Porém, é preciso lembrar que há modelos mais adequados para cada tipo de corpo. “A exceção é a bota montaria, que pode ser usada por todas as mulheres”, explica a consultora e produtora de moda Cíntia Machado. As demais precisam ser escolhidas com cuidado, de acordo com a altura e o formato da perna. Veja a seguir:

De olho na estatura
Quem é mais baixa pode investir em modelos de cano curto --na altura do tornozelo-- ou médio --na altura da canela. Um bom salto também alonga as pernas e proporciona a sensação de alguns centímetros a mais. “Outra dica é optar pelos modelos mais básicos. Os detalhes do calçado podem achatar a silhueta”, afirma Cíntia. Botas de cano alto, um pouco abaixo do joelho, também são boas pedidas, se combinadas a looks monocromáticos. Para tirar proveito, basta usar uma bota da mesma cor da calça skinny, da legging ou da meia-calça.

Já as mulheres mais altas e magras não precisam se preocupar com tantos detalhes e podem escolher qualquer estilo de bota, inclusive as chamadas over knee, com comprimento acima do joelho, que já são hit a algumas temporadas. “Essa botas são perfeitas para mulheres altas e com pernas finas. Ficam lindas com saias, minissaias, shorts e calças justas”, diz a consultora de moda Eliane de Rezende Brechtbuhl, diretora da e.pia Consultoria de Estilo.

Botas modeladoras
Para aquelas que querem dar volume às pernas, vale mais botas com detalhes, que não são tão discretas assim. Afinal, as fivelas e os apliques ajudam a dar a impressão de que as pernas são mais grossas.

Já para afinar, os modelos com cano médio e longo são os mais indicados, especialmente aqueles que possuem largura suficiente para ficar mais soltos no tornozelo e na panturrilha. “Prefira botas retas e evite os modelos mais volumosos, com franjas”, diz Cíntia. “As botas over knee também não ficam bem nesse formato de perna”, declara Eliane.

Topo