Moda

Estilistas com filhos garantem: sapatos e camisas são os presentes ideais

Danielle Cerati

Do UOL, em São Paulo

Eles são famosos pelo trabalho que fazem no ramo da moda e, portanto, por tornarem o Dia dos Pais de muitos homens mais alegre. Na hora de presentear, nada melhor do que ouvir a opinião de quem entende do assunto e ainda recebe todo ano presentes de seus filhos. O UOL Moda consultou alguns pais estilistas que revelarem o que mais gostam de ganhar na data e ainda deram dicas para quem quer presentear sem medo de errar. Veja a seguir:

Ricardo Almeida, estilista da grife que leva seu nome

Divulgação
Ricardo Almeida com seus cinco filhos imagem: Divulgação

Quem vê o sucesso da marca Ricardo Almeida não imagina como ele, o próprio Ricardo, conseguiu conciliar a profissão de estilista com a carreira de pai de cinco filhos: Renata, 33, Fernando, 31, Caio, 27, Ricardo, 10 e Arthur, 9, e, atualmente, de avô da primeira neta, Lara.

Para administrar os horários, prioridades e papéis, Almeida transformou seu escritório, fábrica e ateliê, em um ambiente informal para receber seus familiares a qualquer hora. “Assim me livrei da ideia de que ser pai começa só após o expediente. Toda hora é hora para se viver um bom momento com os filhos.”

Talvez esse contato constante faz com que os filhos acertem na hora de presentear. “Já ganhei de tudo, desde relógios até painéis com fotos ampliadas. Nós, pais, sempre gostamos de tudo, não achamos nada inadequado”, garante. Contudo, como qualquer pessoa, Ricardo tem suas preferências. “Gosto de ganhar coisas relacionadas a esportes, como raquetes de tênis, e acessórios para pingue-pongue, um dos meus hobbies favoritos”. 

Como estilista, ele acredita que roupas e calçados são sempre bem-vindos. “Uma polo de algodão pima ou um tênis confortável podem agradar qualquer pai. Caso ele seja mais exigente, não tem como não se impressionar com um traje feito sob medida”, propõe. Em sua loja, entre os itens que têm maior procura nas semanas que antecedem a comemoração, aparecem as camisas, polos e camisetas, além de sapatos e acessórios. “Outro item que faz a cabeça dos filhos é a gravata, seja em cores vibrantes ou mais clássicas. Nunca são demais no guarda-roupa do homem”, indica.

João Camargo, alfaiate da Camargo Alfaiataria

Arquivo Pessoal
João Camargo com a esposa e os filhos em um aniversário de família imagem: Arquivo Pessoal

“Todos os Dias dos Pais, desde que me tornei um, foram especiais. Sem exceção. É o maior presente que tive em toda a minha vida. Creio que a ausência do meu, desde seu falecimento, fez com que eu fortalecesse ainda mais essa aliança com meus filhos”, diz João Camargo. Por essa declaração, é possível ter ideia do pai coruja que é o alfaiate. Segundo ele, seus quatro filhos, de 8 a 17 anos, conseguem agradá-lo com facilidade.

“Fico feliz até quando ganho pijamas”, diz. Mas há outras paixões que Camargo tem que são boas pedidas para oferecer a alguém querido. “Coleciono hot toys, bonecos tipo super-heróis e lutadores, mas independentemente do valor, o presente tem que ter um significado.” Para quem ainda não se decidiu sobre o que comprar, Camargo arrisca alguns palpites que costumam encher os olhos e, principalmente, o coração. “Camisas nunca são demais, sapatos igualmente, bem como gravatas ou ternos.”

Jorge Bischoff, designer da marca de sapatos que leva seu nome

Fernando Conrado/Divulgação
Jorge e a filha Natalia Bischoff, diretora de marketing do Bischoff Creative Group imagem: Fernando Conrado/Divulgação

Tal pai, tal filha. Essa máxima é válida para Jorge Bischoff e Natália, já que pai e filha compartilham o mesmo fascínio pela criação de sapatos, bolsas e acessórios. À frente da grife que leva seu nome e da marca Loucos & Santos, o empresário é daqueles homens que gostam de ser surpreendidos. “Acho que o bacana do ato de presentear, seja com um superpresente ou uma lembrança, é saber que alguém se preocupou em te agradar, dedicou um tempo pensando em você naquela data.”

No último Dia dos Pais, ele conta que ficou maravilhado com o violão dado por Natália. “Sou fascinado pelo violão e meu sonho é aprender a tocá-lo, mas nunca imaginei que ganharia um. Foi um presente de sensibilidade ímpar e um incentivo para mim”, derrete-se o pai. Adepto da premissa de que o que vale é ganhar aquilo que vem do coração, Bischoff aponta os sapatos como apostas certeiras para a ocasião. Não poderia ser diferente.

Amauri Caliman, estilista da King 55

Arquivo Pessoal
Estilista Amauri Caliman curte a praia com os filhos imagem: Arquivo Pessoal

Uma tática que funciona bem na hora de adquirir um item para oferecer para alguém é, sem dúvidas, reunir a galera. É assim que, normalmente, os filhos de Amauri Caliman, estilista à frente da marca de moda masculina e feminina King 55, fazem. Carol, 32, Tico, 29 e Aline, 21, recorrem a essa estratégia para agradar o pai, que é exigente nesse aspecto, mas que também confia na simplicidade, nessas circunstâncias. 

“Objetos de decoração e livros, ou algo que seja mais simbólico para marcar a data, sempre funcionam”, garante Caliman, que não descarta que o fato de conhecer bem a quem se vai presentear ajuda (e muito). “Eu curto muito ganhar, por incrível que pareça, utensílios de cozinha”, revela. No entanto, para os papais mais convencionais, Amauri recomenda calças e jaquetas, já que são ótima aliadas para enfrentar as temperaturas mais amenas de agosto.

Arquivo Pessoal
Estilista Amauri Caliman curte a praia com os filhos imagem: Arquivo Pessoal
Topo