Moda

Especialistas indicam os decotes ideais para cada tipo de corpo

Camila Saipp

Do UOL, em São Paulo

Quando o assunto é sensualidade, a roupa é uma das maiores armas das mulheres e, os decotes, apostas infalíveis. Com tantos nomes e funções diferentes, todos eles são capazes de valorizar alguma parte do corpo e esconder outras que a mulher não deseja mostrar.

O decote ideal varia de acordo com a ocasião e com seu tipo de corpo. De acordo com o consultor de moda e apresentador do programa "Esquadrão da Moda", Arlindo Grund, na hora de eleger o seu preferido, é preciso ter em mente que menos é sempre mais: "O decote deve estar sempre de acordo com o tamanho do busto da mulher e com o lugar aonde ela vai. Quem tem seios grandes, por exemplo, corre o risco de ficar vulgar usando um decote halter, que os evidencia ainda mais".
 
A personal stylist Cris Gandelini, da loja Santa Abusada, concorda: "É preciso ter cautela ao exibir o colo. Em ocasiões formais, como casamento, entrevistas de emprego ou reuniões corporativas, prefira aqueles que não mostram muito. Deixe os mais sensuais, como o frente única, um ombro só e nas costas, para oportunidades que permitam um pouco mais de ousadia".
 
Ainda assim, vale lembrar que usar o decote certo pode ajudar a evidenciar as partes do corpo que você mais gosta e disfarçar as que você não quer que sejam notadas, já que alguns deles passam a sensação de quadris menores, ombros mais estreitos e até barrigas mais sequinhas, entre outros efeitos. Basta descobrir o que vai cai melhor em você.
 
A seguir, conheça alguns dos principais tipos:
 
Getty Images
imagem: Getty Images
Um ombro só: Este decote é perfeito para ser usado em festas e outras ocasiões informais, em que seja permitido mostrar um pouco mais de pele. Deixa os braços e ombros em destaque, então cai bem em mulheres com braços mais finos e torneados. Também é super indicado para quem tem aquela barriguinha saliente, pois a linha diagonal harmoniza proporções e passa a sensação de um corpo mais enxuto. Dica: evite usar colares quando estiver com uma peça de um ombro só, pois a impressão é de que o acessório fica cortado ao meio.
 
Getty Images
imagem: Getty Images
Canoa: O decote canoa chama a atenção para os ombros e valoriza a nuca e o pescoço. É um dos modelos mais indicados para quem tem quadris largos, porque passa a impressão de que quadris e ombros estão na mesma proporção, criando um equilíbrio na silhueta. Por esse mesmo motivo, é um verdadeiro vilão para quem tem ombros largos e deve ser evitado não se queira evidenciar essa característica. “Por ser um decote discreto e feminino, é uma ótima opção para o ambiente de trabalho,pois passa uma postura mais séria”, indica o personal stylist Arlindo Grund.
 
Getty Images
imagem: Getty Images
Ombro a ombro: Assim, como o canoa, o decote ombro a ombro, também conhecido como cigano, dá ênfase aos ombros. No entanto, ele é perfeito para disfarçar os quadris grandes, já que equilibra as duas partes do corpo. Ele também é um dos preferidos das mulheres que têm os braços mais gordinhos, pois costuma deixar boa parte deles cobertos, disfarçando as gordurinhas extras. O decote combina com peças mais soltas e leves e é muito versátil, podendo ser usado em ambientes de trabalho, em passeios e em ocasiões mais formais.
Getty Images
imagem: Getty Images
 
Getty Images
imagem: Getty Images
Coração: O model lembra o desenho de um coração. Deixa as produções mais femininas e dá um toque de romantismo à qualquer peça. Ele pode ser encontrado com alça ou sem e cai muito bem em mulheres com seios grandes, porque costuma ter bojo: "O formato do decote e o bojo dão sustentação aos seios das mulheres", ensina Cris Gandelini. Ele também é um dos cortes que mais valorizam o colo, por isso, devem ser evitados no ambiente de trabalho e usados em ocasiões mais informais.  
 
Agnews
imagem: Agnews
Nas costas: Sexy, o decote nas costas tem o poder de surpreender: vestidos e blusas básicos tornam-se sofisticados quando as costas estão à mostra. Uma dica importante para não ficar vulgar é equilibrar o decote atrás com uma frente comportada. "Não esqueça que essas peças não podem ser usadas com sutiãs, por isso, não é indicado para mulheres com seios grandes", explica Cris. Uma dica de styling em que vale a pena apostar são os colares invertidos, daqueles que ficam mais compridos na parte de trás e adornam as costas.  
 
Agnews
imagem: Agnews
Frente única: O decote frente única é o campeão de sensualidade. Ele deixa as costas praticamente inteiras à mostra e, por isso, só deve ser usado durante a noite e em ocasiões realmente especiais, como festas e baladas. Como cobre os seios, pode aumentar o volume dos mais fartos. Para as magrinhas, com pouco bumbum, as peças frente única são poderosas aliadas, já que, desviam a atenção da parte inferior do corpo e a concentram nas costas, local que deve estar sem gordurinhas, manchas ou acne acentuada. 
 
Getty Images
imagem: Getty Images
Gola alta: O decote gola alta só ganha esse nome quando está acompanhado de mangas, sejam elas curtas ou longas, tornando-se um dos decotes mais difíceis de serem usados no Brasil, devido às altas temperaturas. É perfeito para as mulheres com seios pequenos, pois costuma criar bastante volume no colo e cria efeito de um busto maior - por isso, deve ser evitado por quem tem os seios fartos. Ele também pode trazer benefício para as mulheres com pescoços longos, à medida que o esconde quase por inteiro e disfarça o seu tamanho. 
 
Getty Images
imagem: Getty Images
Tartaruga:  Diferentemente do gola alta, o decote tartaruga caracteriza-se pela ausência total de mangas, ou seja, o pescoço fica completamente coberto e os braços e ombros, à mostra. Como deixa o colo coberto, tende a aumentar o volume no busto. Além disso, deixa o braços em evidência, valorizando o visual de quem os tem bem torneados -mas pode parecer desleixado se os braços estão fora de forma. O decote tartaruga vem sendo muito usado nos eventos de gala de Hollywood e desponta como uma das mais novas tendências da moda festa.
 
Getty Images
imagem: Getty Images
Halter: O decote halter tem aquele efeito milagroso de juntar os seios, por isso, é o preferido das mulheres que têm o busto separado. Como as duas alças que sustentam a peça se juntam atrás do pescoço, ele aproxima os seios, o que causa a impressão de serem maiores e mais durinhos. O modelo também favorece as mulheres que têm os braços bem torneados, já que deixam essa parte do corpo em evidência. Vale apostar no halter se você quiser disfarçar quadris e coxas largas, pois ele atrai a atenção para a parte superior do corpo. É mais apropriado para festas e ocasiões informais.
 
Getty Images
imagem: Getty Images
Quadrado: Os decotes quadrados são os mais discretos e tradicionais, e caem bem em qualquer ocasião, desde entrevistas de emprego ou cerimônias religiosas até bares e baladas. O que define se ele vai ser sexy ou não é sua profundidade. Além de democrático, ele ajuda a disfarçar o volume do busto. Como as alças costumam ser largas, ele também dá mais sustentação e valoriza o colo. As magrinhas devem tomar cuidado para não deixar sobrar tecido nas laterais.
 
Getty Images
imagem: Getty Images
Em U: O decote em U agrada a todos os estilos e pode ser usado nos mais variados tipos de roupas. Profundos ou discretos, caem bem em quase todos os tipos de corpo, principalmente nas que tem a cintura e o quadril mais quadrados. Como aumentam o busto, os mais profundos ficam ótimos para as mulheres de seios pequenos. Já os mais discretos tendem a disfarçar o volume dos seios fartos. Por ser um corte comum, ele pode ser usado em qualquer ocasião (apenas tome cuidado com a profundidade).
 
Getty Images
imagem: Getty Images
Em V: O decote em V é o mais democrático de todos. Ele ótimo para quem tem seios grandes, pois valoriza o colo sem aumentar o volume, mas também ajuda quem tem busto pequeno. Além disso, é o decote mais indicado para as baixinhas e para as gordinhas porque sua verticalidade alonga e afina a silhueta. Por esse mesmo motivo, cai bem em quem tem os ombros largos e o pescoço curto. "O decote em V é o mais indicado para o dia a dia e, além de discreto, ainda é confortável", explica Grund.
 
Getty Images
imagem: Getty Images
Tomara que caia: Este tipo de decote valoriza o colo e os seios e faz bastante sucesso no verão. A falta de alças, entretanto, prejudica a sustentação de seios maiores, portanto deve ser evitado por quem tem busto volumoso. Mas as baixinhas podem comemorar: a pele à mostra ajuda a alongar a silhueta. "Um dos aspectos mais legais do tomara que caia é que, apesar de ser aberto, ele funciona bem em quase todas as ocasiões: de uma festa formal a uma ida à praia", afirma Cris Gandelini. 
 
Getty Images
imagem: Getty Images
Transpassado: Como alonga a silhueta, é o tipo de decote mais indicado para as baixinhas e gordinhas. Pelo mesmo motivo é também o mais apropriado para quem tem seios grandes, porque, além de cobrir o busto, o transpassado garante a sustentação de que ele precisa. Ele também é a escolha certa para alongar o pescoço e ressaltar a cintura, na medida que tira o foco principal dos seios e do abdômen. Aposte em modelos com manguinhas caso queira esconder eventuais excessos nos braços.
 
Getty Images
imagem: Getty Images
Fechado: Esse recorte não tem um formato definido, mas pode ser identificado quando ele termina acima dos ossinhos que ficam logo abaixo do pescoço. Este modelo deve ser usado quando a mulher quer evidenciar outra região do corpo, como as pernas e o bumbum, por exemplo.
 
Getty Images
imagem: Getty Images
Topo