Moda

Jeans com jeans: aprenda a usar sem deixar a produção carregada ou datada

Reprodução/Instagram
As cantoras Rihanna e Beyoncé já aderiram ao visual jeans total imagem: Reprodução/Instagram

Danielle Cerati

Do UOL, em São Paulo

O visual jeans com jeans foi muito usado nos anos 1990 e voltou à moda, tomando conta das passarelas internacionais e conquistando famosas como Rihanna, Beyoncé, Kim Kardashian, Gisele Bündchen e Miley Cyrus.

Diferentemente de como era usado no passado, hoje as apostas são looks com as peças que permitem ousadia na hora de misturar texturas, lavagens e cores, criando, assim, propostas despojadas e modernas quem podem ser usadas em diversas ocasiões. "Nos anos 1990, as composições eram baseadas no índigo blue, com corte reto, sem muitos detalhes, bem minimalista e peças no mesmo tom. Já na tendência atual, isso sai um pouco de cena e o jeans se reinventa com diferentes lavagens, recortes e customizações", explica a estilista Sophia Marins. 
 
De todos os clássicos do mundo fashion, o jeans é o mais atemporal e, a cada estação, prova a sua versatilidade, já que nunca sai dos holofotes, seja em território nacional ou internacional. Grifes como Colcci, Ellus, UMA, Cavalera, Alexandre Herchcovitch, Gucci, Balmain, Stella McCartney, Anna Sui, See by Choé e Ashish desfilaram, nas últimas semanas de moda, coleções que colocaram o material em evidência da cabeça aos pés. 
 
 
Segredos de sucesso
Segundo a consultora de moda Camila Toledo, a chave para acertar na combinação está nas proporções. "Cores e diferentes lavagens podem ajudar a chamar mais a atenção para uma parte específica do corpo", alerta a profissional. Se desejar investir no mesmo tom na parte superior quanto na inferior do corpo, acrescente acessórios coloridos e com design moderno, como um maxicolar ou um lenço. "Ele dão um toque final interessante", garante a consultora.
 
Andrea Schwartzmann, consultora de estilo, acredita que é importante brincar com pesos e medidas, texturas e volumes na hora de investir em um look jeans total. "Se optar por uma calça jeans mais encorpada, prefira uma camisa jeans mais leve e maleável", ensina. E uma das vantagens de coordenar itens de mesma tonalidade é a impressão de uma silhueta mais longilínea, além de ser menos carregado visualmente. Mesclar cores também é válido. Um shorts jeans "boyfriend" colorido ou estampado com um cropped top jeans clássico liso casa bem.
 
"Se o seu local de trabalho não permite jeans, ou caso você vá a uma festa ou ocasião formal, evite-o", destaca Sophia Marins. Seja para o dia ou para a noite, o que determinará a adequação do material à situação serão os acessórios e complementos do look: se usará sapatilha, ou salto alto, maquiagem limpa ou elaborada, bolsa saco ou clutch.
 
Conheça seu corpo
A peça mais democrática também pode ser a mais traiçoeira, se a modelagem escolhida não favorecer o biotipo da mulher. "Uma calça flare com elastano, combinada com uma sandália alta, além de delinear o quadril, vai fazer você parecer mais alta e magra. Para isso, a barra deve esconder uns dois centímetros de salto", aconselha Ana Pasternak, consultora de moda.
 
Conheça seu corpo e aquilo que cai bem nele. "Mulheres de quadris largos devem evitar jeans skinny com salto alto. Para elas, o melhor investimento é a boca de sino, uma camisa jeans e um blazer. Já as magrinhas podem usar sem medo a saia-lápis jeans, novo item queridinho das fashionistas". Se tiver coxas grossas, opte, também, por shorts "boyfriend" ou com cortes mais amplos nas pernas.
 
Tenha sempre em seu guarda-roupa elementos clássicos em jeans, como a calça, saia lápis e camisa, mas também não feche os olhos para artigos em alta, como jardineiras e salopetes. Somente assim você terá um armário funcional, versátil e longe de ser datado. 
Topo