Últimas de Estilo de vida

Top de corrida deve ser escolhido com atenção para não prejudicar a saúde

Cecília Leite

Do UOL, em São Paulo

Existem tops com variadas modelagens e estampas bonitas no mercado, mas nem todos são indicados para praticar corrida. Os tipos corretos evitam dores na coluna, nos seios e até assaduras. Por isso, possuem elementos específicos.

É importante que o modelo escolhido sustente bem os seios. O modelo nadador, com faixa central nas costas, é um bom exemplo. Já o tecido deve fixar no corpo; e entre os mais indicados está a poliamida. "Trata-se de uma fibra resistente aos fungos que causam odores. Ela aquece pouco, não deforma com a lavagem, seca rapidamente e favorece a transpiração do corpo”, explica Mahara Roxo, designer de produtos da marca Olympikus. Daniela Rodrigues, gerente de criação da marca Fila, também lembra: "O tecido inadequado pode gerar feridas por conta do atrito”.

Maria Clara Palladino, designer de produtos da Rainha, tem outra dica: “Prefira aqueles com poucas costuras, para que não incomodem. Caso corra em locais abertos, dê preferência aos tecidos que ainda ofereçam proteção solar”. A preocupação com tantos itens não é frescura. A personal trainer Iva Bittencourt alerta: “Confortável, a mulher consegue manter a concentração no esporte. Caso contrário, pode perder o ânimo para os treinos”. 

Aposente o sutiã
Como a lingerie não é uma peça para performance esportiva, ainda que traga alguma sustentação, pode machucar a ponto de criar assaduras por conta das costuras e dos muitos detalhes. Para o Dr. Eloy Rusafa, especialista em cirurgia da coluna vertebral, praticar corrida usando o top certo é essencial. Ele conta que já tratou pacientes que tiveram que reduzir o tamanho das mamas para controle das dores nas costas; mas diz que o procedimento só foi necessário porque elas se descuidaram. “Elas usavam sutiã e camiseta para correr, e isso impediu a sustentação adequada dos seios, assim como o fortalecimento da musculatura”, conta. 

Topo