Moda

Atualizada em 26.02.2015 14h22

Figurinista do "BBB" cria looks de acordo com personalidade do participante

Cecília Leite

Do UOL, em São Paulo

Por trás da escolha das roupas do "BBB 15" está Mara Santos, figurinista do programa desde a segunda edição, em 2003. Há aproximadamente 28 anos na Rede Globo, ela começou a trabalhar com reality shows na emissora durante o "No Limite 2", em 2001, mas já tinha feito novelas como "Que Rei Sou Eu?" (1989) e "Vamp" (1991). Para saber como funciona o processo de criação das roupas de festa do programa, o UOL Moda conversou com Mara, que encabeça uma grande equipe, mas faz questão de lembrar que todos pensam e produzem juntos no final. "Sou responsável por todo o figurino, isto é, participantes, Pedro Bial, Vinícius Valverde e Rodrigo Sant'anna", explica.

Primeiros cuidados
Antes de entrarem na casa, todos os participantes passam pelos cuidados da figurinista, que sempre tira medidas para, posteriormente, criar peças que vistam perfeitamente. Ainda assim, é preciso acompanhar o andamento do programa para não falhar. A participante Amanda, por exemplo, engordou e não parece satisfeita com a silhueta. No entanto, ninguém ainda deu trabalho extra para a equipe. "Até o momento, o manequim de todos continua o mesmo, nenhum teve grandes mudanças", conta Mara.

O jeito como os participantes se vestem fora da casa é bem estudado logo que eles são selecionados, e o procedimento serve como inspiração na hora de desenvolver as peças, que refletem a personalidade de cada um. "As roupas das festas combinam com o estilo pessoal, mas também levamos em consideração o tema de cada evento", explica.

Processo de criação
Todas as roupas para as festas são preparadas no Projac, no Rio de Janeiro, e Mara não costuma seguir as tendências de moda das passarelas. "Criamos do zero, fazemos muita pesquisa na internet e na rua mesmo, observando as pessoas", diz. Quando precisa completar uma produção com peças de fora, ela resolve o problema de modo simples. "Não temos nenhuma marca ou lugar de preferência para comprar. Vamos onde for necessário e circulamos por todos os locais, inclusive os mais populares." 

Monstro
As fantasias propostas para o castigo do monstro também fazem parte do trabalho comandado por Mara. Segundo ela, desenvolver um modelo para penalizar o participante exige uma produção maior. "Temos que fazer algumas opções de tamanhos femininos e masculinos para não ficar completamente desproporcional, já que não sabemos qual participante vai receber o castigo", explica a figurinista.

Topo