Últimas de Estilo de vida

Peça da estação: ponchos dominam temporada de Inverno; saiba como usar

Cecília Leite

Do UOL, em São Paulo

Durante as semanas de moda internacionais, marcas como Chanel, Salvatore Ferragamo e Chloé mostraram suas apostas para a temporada de Inverno 2016 e, entre tantas novidades, uma surpresa: o poncho, peça queridinha nos anos 70, está mais uma vez em alta.

Assim como os estilistas lá de fora, as marcas brasileiras também já lançaram seus modelos. É o caso de Cecilia Prado, que sempre inclui ponchos de tricô em suas coleções. “É uma roupa prática, veste todas as idades e permite agregar diferentes acabamentos como franjas, bordados e mistura de texturas”, garante a estilista.

Para Vanessa Montoro, que trabalha com peças em tricô e segue a linha do “feito à mão” no Brasil, a mulher que pretende aderir à moda precisa se identificar com o estilo. Por isso, o ideal é sempre procurar um modelo que combine também com seu estilo pessoal, para não se sentir desconfortável. “Comecei minha marca há dez anos produzindo ponchos. Para o Inverno atual, criei um bem moderninho, com bordados, franja e capuz”, conta a estilista.

Segundo Titta Aguiar, consultora de moda e autora do livro “Acessórios, Por Que, Quando e Como usá-los”, publicado pela editora Senac em 2008, agora é a hora de aproveitar que o tricô está em alta, assim como a tendência folclórica e a valorização dos trabalhos artesanais para descolar lindos modelos de poncho por aqui.

Como usar?
Para identificar o modelo que mais combina com você, lembre-se de que a peça sempre cria um pouco de volume. O ideal é combiná-la com algo mais justo, como uma camiseta básica ou alcinha por baixo, e escolher uma calça sequinha, seja jeans, couro ou lã. A Chanel, por exemplo, combinou poncho com vestido mais ajustado.

“Deixe o poncho como destaque na produção, mas se for liso, de gola careca ou e em tricô mais fino, vale acrescentar um colar maior e mais pesado. Na hora de sair de casa vestindo ponchos com grandes golas em tricô ou outros detalhes como bordados e franjas, esqueça os colares”, explica Titta.

Cuidados especiais
Para a consultora de moda Titta Aguiar, quem está fora de forma precisa tomar cuidado para não aumentar ainda mais a silhueta. Por isso, mulheres de seios fartos devem vestir ponchos mais finos e leves, além de evitar colares exagerados. “Mas se tiver seios menores e for uma mulher baixa, indico ponchos curtos. Se for alta, é legal abusar dos ponchos mais compridos, com longas franjas. Se for bem magra, os ponchos em tricô de trança, grande tendência, são aliados”, diz.

Para a estilista Fernanda Yamamoto, que já apostou no poncho em coleções passadas, as mulheres que não estão satisfeitas com o próprio peso não precisam desanimar, não. “Dependendo do tecido ele ajuda muito a disfarçar gordurinhas. Procure por fios mais leves, pois criam menos volume”, diz.

Fernanda ainda aponta que até mesmo em festas chiques o poncho pode ser uma boa opção: “sugiro que escolha um modelo com transparência, que vai cobrir braços, barriga, culote, mas não deixará de mostrar o desenho do vestido”, diz. E a estilista Cecilia Prado confirma: “confeccionados em tecidos sofisticados e turbinados com franjas de seda ou bordados delicados, o poncho também é ótimo para quem quer cobrir os braços e se aquecer em eventos sofisticados durante o Inverno”, completa.

Topo