Últimas de Estilo de vida

Você já foi maltratado em alguma loja? Envie o relato pelo WhatsApp

Do UOL, em São Paulo

São recorrentes os casos de péssimo tratamento oferecido em determinadas lojas de luxo. O mais recente é o do norte-americano Jonathan Duran, que tomava um sorvete com seu filho negro, de 8 anos, no último sábado (29), em frente à loja de roupas de luxo Animale, localizada nos Jardins, bairro paulistano de classe média-alta. Subitamente, uma vendedora saiu à calçada e disse, de forma ríspida: "ele não pode vender coisas aqui". Atônito, Duran apenas respondeu: "ele é meu filho", causando imediato constrangimento à vendedora, que prontamente entrou na loja.

"Minha reação foi de ir embora, eu não queria ficar naquele lugar", afirmou Duran ao UOL Notícias. Pouco depois, decidiu voltar à loja e entrou no estabelecimento, sendo ignorado pela vendedora. Na calçada, então, tirou uma foto da loja e postou os seguintes dizeres em sua página no Facebook: "O meu filho e eu fomos expulsos da frente desta loja enquanto eu fazia uma ligação porque, em certos lugares em São Paulo, a pele do seu filho não pode ter a cor errada".

O UOL Moda quer saber se você já passou por alguma situação de constrangimento em estabelecimentos comerciais, sejam eles de luxo ou não. Mande seu relato para o nosso WhatsApp (11) 94288-3466 até a próxima quinta-feira (9). Mande também seu nome completo e cidade. Os depoimentos selecionados serão publicados no UOL.

Topo