Últimas de Estilo de vida

Usado como vestido, sobretudo é hit da temporada; aprenda a combinar

Danielle Cerati

Do UOL, em São Paulo

O sobretudo é o hit das passarelas internacionais e apareceu nos desfiles de grandes marcas, como Moschino, Fendi, Miu Miu, Burberry, Louis Vuitton e Alexander McQueen. A peça não é novidade na moda. A forma como ela vem sendo usada, sim. A duquesa de Cambridge, Kate Middleton, frequentemente é vista trajando casaco fechado e meia calça, o popularmente chamado "casaco-vestido". 

Ideal para os dias frios, o modelo é versátil e prático: aquece o corpo e ainda acrescenta estilo ao visual. "O 'casaco-vestido' é ideal para o inverno brasileiro, que costuma ser pouco rigoroso, porque cobre o corpo, com a vantagem de não esquentar muito", diz Mara Macdowell, estilista da Mara Mac.

O sobretudo pode ter abotoamento frontal, simples ou duplo, ser amarrado por cinto ou por faixa na altura da cintura. "Ele possui corte similar ao de um vestido e aparece em diferentes comprimentos, modelagens, cores e estampas nesta estação", comenta Chris Francini, consultora de moda. Segundo ela, as apostas estão nos 'shapes' retos ou em A, sempre em modelagens largas e afastadas do corpo.

Combinar é fácil. A melhor maneira de usar é com meia-calça, sapato e mais nada aparente. Opte por cores opacas. Elas fazem um bom par com o casaco. "Um truque para criar um visual mais longilíneo é usar botas ou sapatos com meias da mesma cor, evitando cortes na silhueta e criando um efeito alongado", ensina Patrícia Machado, instrutora de moda do Senac (RJ).

"O sobretudo fica bem com calçados clássicos, como os scarpins, que deixam o  visual formal. Pode ainda ganhar uma cara mais moderna e casual quando usado com qualquer tipo de bota, inclusive o modelo da temporada, acima dos joelhos", destaca Patrícia.

Dicas para usar o sobretudo sem erro

  • Para usar o casaco como vestido

    Eles podem ser usados sem nada por baixo, só com lingerie, desde que o comprimento e o abotoamento sejam adequados para isso. Caso contrário, o resultado será pouco prático e comprometerá a elegância

  • Volume equilibrado

    As golas altas e rulê estão em evidência e formam uma dupla poderosa com os casacos-vestido. Mas deve haver cuidado com o equilíbrio dos volumes. Lenços, cachecóis e outros acessórios precisam estar em sintonia com a lapela e o colarinho. Modelos com golas volumosas, impossibilitam o uso de qualquer outro acessório no pescoço

  • Silhueta valorizada

    Os sobretudos podem ajudar a disfarçar imperfeições, mas é preciso se preocupar em encontrar uma modelagem certa para seu tipo de corpo. Os comprimentos na altura dos joelhos (desde um pouco acima até logo abaixo) e as cinturas marcadas são requintados e valorizam a silhueta.

  • Acessórios

    Brincos e colares não podem "brigar" com a gola do vestido. O mesmo vale para as pulseiras e anéis, cujo uso dependerá do comprimento das mangas e do modelo dos punhos

Topo