Moda

Marcas investem em tons escuros e mangas para moda praia de inverno

Julia Guglielmetti

Do UOL, em São Paulo

É geralmente no verão, com suas altas temperaturas, que os biquínis saem do armário e conquistam as praias. Isso não quer dizer, contudo, que os modelos de roupa de banho sejam ignorados pelas marcas em outras estações, inclusive no inverno.  

E é nas estações mais frias que as estampas com cores vibrantes, frequentemente usadas no verão, saem de cena, abrindo espaço para os tons como o preto, o marrom, o cinza e o azul marinho. "No inverno trabalhamos com estampas mais sóbrias e aumentamos a nossa produção de maiôs inteiros", explica a estilista Lenny Niemeyer.  

As modelagens também mudam para o frio. "É extremamente notória a diferença. Trabalhamos com muitas peças de manga comprida", ressalta Paula Hermanny, estilista da Vix. 

Paula Cox, estilista da Nidas, explica a versatilidade das roupas de banho em estações mais frias. "Além das modelagens ficarem mais cobertas, fazemos bastante maiôs que também podem ser usados como bodies, com mangas e tecidos quentinhos".

A Cia Marítima, por exemplo, prefere focar mais em moda casual, fitness e saídas de praia. Apenas 30% da coleção é de biquínis ou maiôs. Marta Reis também prefere diversificar. "Agasalhos e roupas confortáveis somam-se à coleção para aguentar o ventinho de inverno na praia", conta a dona da marca que leva o nome dela.

Moda praia de janeiro a dezembro
Grande parte das empresas lançam três coleções anualmente: Verão, Alto Verão e Inverno. Outras optam por uma linha grande para o verão e outra mais enxuta para o inverno, como a Hope Resort. "No inverno são lançadas somente duas estampas, enquanto para a coleção de verão normalmente são trabalhadas seis", comenta Gaíta Mello, gerente de produto da marca.

Um fator que proporciona maior longevidade às coleções de verão é a dimensão continental do Brasil. Em determinadas regiões do país as temperaturas permanecem elevadas de janeiro a dezembro. Por isso, existem estilistas que optam por apenas uma coleção. Ela serve de base para entradas pontuais ao longo do ano.

Outro fator que precisa ser levado em consideração são as viagens, especialmente o turismo no hemisfério norte, em que o verão acontece na mesma época do nosso inverno, conforme relembram Fernanda Niemeyer e Renata Alhadeff, da A. Nyemeyer. "A nossa clientela viaja a maior parte do ano e acaba usando biquínis em todas as estações. Portanto, há demanda de novidades de praia mesmo no inverno".

Topo