Moda

Ex-modelo e atual designer, Claudia Liz lança livro fashionista de colorir

Divulgação
Ex-modelo e atriz, Claudia Liz lança livro de colorir com ilustrações de sua autoria imagem: Divulgação

Patrícia Colombo

Do UOL, em São Paulo

Se nas décadas de 80 e 90 Claudia Liz vivia a badalação do mundo da moda, hoje é fã assumida de uma postura mais discreta com rotina suave e familiar. Trocou as passarelas e a TV pelas ilustrações e há nove anos é uma das sócias do escritório de design gráfico Miss Lily, assinando projetos para marcas como Iódice e Patricia Bonaldi. Nesta segunda-feira (8) ela ainda embarca na atual tendência dos livros para colorir, lançando “Colorindo o Mundo Fashion – Relaxe com Estilo”, pela Companhia Editora Nacional.

“Eu continuo muito envolvida com a moda, mas agora de uma forma diferente”, explica, em entrevista por telefone. Diferentemente de outros livros que trazem ilustrações florais, Claudia propõe um passeio pela história fashionista no século 20 até os dias de hoje, com referências a nomes de importante representação, como Yves Saint Laurent, Lanvin e Dior. Tratam-se de 45 ilustrações envolvendo roupas, acessórios e estamparia variada –de itens individuais a looks completos, contando, inclusive, com um exercício que envolve pintar três peças que combinem com um clássico trench coat.

Os desenhos foram todos feitos à mão e posteriormente vetorizados por Claudia no computador. “É um trabalho mais introspectivo porque você não precisa se relacionar tanto com as pessoas para realizá-lo. É uma criação sua”, comenta. “Eu vivi muito a questão estética quando trabalhava com moda e publicidade, e, como sempre desenhei, começar a trabalhar com isso; foi um processo natural para mim. Fui muito feliz na minha carreira de modelo e atriz, mas com a maturidade veio também a vontade de respeitar mais a minha essência, já que sou uma pessoa reservada.”

Reprodução
Desenho do livro "Colorindo o Mundo fashion - Relaxe com Estilo", de Claudia Liz imagem: Reprodução
Transformação
Claudia conta que essa necessidade de aceitar certos aspectos de sua personalidade se deu após a difícil situação pela qual passou em 1996, quando entrou em coma devido a uma complicação anestésica antes de se submeter a uma lipoaspiração. O caso foi imensamente repercutido pela mídia na época e a recuperação foi igualmente dolorosa, levando-a à depressão e síndrome do pânico.

“Eu demorei muito tempo para compreender que eu tinha que procurar um médico porque quando você entra em depressão, acaba achando que você é o seu próprio problema”, comenta. “Eu não tenho como mudar o que aconteceu [com relação ao coma], mas depois disso eu passei a refletir muito e a ter vontade de respeitar mais a minha essência. Hoje tenho uma vida normal com a minha família e uma rotina mais calma de trabalho.”

Casada com o ex-piloto da Stock Car, Beto Giorgi, e mãe do produtor de eventos, Lucca Salvatore, 22, a ex-modelo chega linda aos 46 anos, além de menos “noiada” com seu corpo. “Não gosto de fazer dieta e como de tudo com certa moderação. Sou hoje o que posso ser e estou feliz assim. A gente tem que aceitar a idade porque lutar contra ela é causa perdida. Nunca mais vou ter o corpo que tinha na época em que era modelo, mas me aceito do jeito que estou.”

Acostumada a trocar carne por shitake e a se entupir de sopa exageradamente aguada nos tempos em que morou fora para percorrer o tão sonhado circuito internacional de desfiles, Claudia atribui os dias difíceis à completa falta de informação da época. “Fazíamos essas loucuras porque não sabíamos que dava para comer bem e, ainda assim, manter a forma”, explica. “Hoje as modelos têm nutricionista, personal trainer, são melhor assessoradas. Por outro lado, existem outras questões. Na minha época não precisava ser tão magra como elas precisam ser hoje.”

Reprodução
Desenho do livro "Colorindo o Mundo fashion - Relaxe com Estilo", de Claudia Liz imagem: Reprodução
Topo