Moda

Socialites fazem leilão de bolsas grifadas com lance inicial de R$ 20 mil

Divulgação
Em leilão feito em abril pelas socialites, bolsa Gucci de pele de cobra saiu por cerca de R$ 6 mil imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

As socialites Maria Angélica Izar de Almeida Prado e Patrícia Rollo reuniram, com a ajuda das amigas da alta sociedade paulistana, cerca de 400 bolsas grifadas para fazer um leilão nos dias 14 e 15 de setembro. Peças de marcas como Gucci, Chanel e Hermès estarão disponíveis para lances online e presenciais na casa Dedalo Leilões, nos Jardins, bairro nobre da capital paulista. 

"Vamos ter bolsas vintage, peças icônicas", enumera Maria Angélica, responsável pela avaliação e curadoria dos itens, ao UOL Moda. A peça mais valiosa do pregão, de acordo com a organizadora, é uma Ralph Lauren de crocodilo. "Ela custa R$ 80 mil na loja, mas terá lance inicial de R$ 20 mil". 

A socialite ainda afirma que uma bolsa da Fendi dos anos 70 vai entrar no leilão por R$ 10 mil, enquanto na loja o item custa R$ 30 mil. Outro destaque é uma Chanel vermelha em tamanho grande que, apesar de valer R$ 25 mil, começará pela "pechincha" de R$ 7 mil. Uma Birkin, da Hermès, de avestruz ainda está em negociação pela dupla. 

Os interessados não tão abastados não precisam ficar desanimados. De acordo com Pedro Aguiar, responsável pela Dedalo Leilões, cerca de 20% dos pregões terá lance livre, ou seja, começará a partir de R$ 1. 

Maria Angélica diz que suas amigas da alta sociedade estão abrindo mão das peças, cuja maior parte é antiga e passada de geração a geração, porque as pessoas estão mais "desapegadas e querem reciclar, comprar novas peças em vez de ficar acumulando". "E também é uma oportunidade de ganhar um dinheiro", finaliza. 

As socialites e a Dedalo Leilões pretendem reunir, até o dia 10 de agosto, 500 bolsas grifadas. Do dia 9 a 12 de setembro, as peças estarão em exposição pública para que os possíveis compradores possam vê-las bem de pertinho antes de darem seus lances. 

Topo