Moda

Fotógrafo de agência chama modelo plus size de "leitoa"

Arquivo Pessoal
Alessandra Linder trabalha como modelo há oito anos. "Ele foi preconceituoso e gordofóbico", falou ao UOL imagem: Arquivo Pessoal

Natália Eiras

Do UOL, em São Paulo

A agência Upper Model Management, de São Paulo (SP), se viu no meio de uma polêmica na noite desta segunda-feira (16) ao vir à tona uma discussão entre um fotógrafo da empresa e a modelo plus size Alessandra Linder. A paulistana de Campinas (SP) divulgou prints e áudios de uma conversa que teve com Fabiano Herrera em que, após um desentendimento, ele a chamou de "gorda, leitoa e arrombada". 

Alessandra estava trocando mensagens no Whatsapp com uma booker da agência sobre casting que aconteceria nesta terça-feira (17), na capital paulistana. "Pedi mais informações, mas eles não me diziam qual era o cachê e nem a empresa que estava contratando", conta a modelo em entrevista ao UOL.

A insistência de Linder para saber mais sobre o processo parece ter irritado Fabiano, que respondeu pela booker se identificando como diretor da Upper Model Management. "Aí ele me passou uma mensagem completamente desnecessária, bastante arrogante e ofensiva. Foi quando mandei ele passar o casting para outra modelo". 

Reprodução/print
Mensagens foram trocadas por Whatsapp nesta segunda-feira (16) imagem: Reprodução/print

Nervosa com a situação, Alessandra bloqueou o número da booker da Upper Model em seu celular. Fabiano, então, mandou uma mensagem de voz por outro telefone a chamando de gorda, leitoa e arrombada, além de procurá-la no Facebook. O áudio foi divulgado pelo "Blog Mulherão", de Renata Poskus.

Rodrigo Thiré, o verdadeiro diretor da Upper Model Management, falou ao UOL que a postura do fotógrafo não condiz com o tipo de serviço oferecido pela agência. "Ele não é uma pessoa responsável por nada neste departamento [de casting]. Ele estava prestando um serviço para nós, mas pegou o celular da booker e começou esta história completamente errada". 

O executivo disse que Fabiano será desligado da empresa. "No momento ele está desaparecido, a gente não consegue falar com ele", pontua. Procurado pela reportagem, o profissional não foi encontrado. Porém, antes identificado como o responsável pelo marketing da agência, Fabiano teve seu nome apagado do site da Upper Model Management. 

Alessandra diz que Rodrigo já entrou em contato com ela e explicou que Fabiano não representa a Upper Model Management. "Ele me ligou pedindo mil desculpas. Agradeço muito pela atenção", elogia. Ainda assim, a modelo, que atua no mercado há oito anos, pretende processar Fabiano Herrera pelas ofensas. "Estou falando com a minha advogada. O boletim de ocorrência pelo menos eu quero fazer", explica. 

Segundo Linder, o fotógrafo precisa ser punido por ter sido preconceituoso e gordofóbico. "As pessoas acham que ser modelo é só glamour e é este tipo de coisa que a gente ouve. Não podemos ficar quietas". Ela também brinca com os xingamentos que recebeu. "Fiquei incomodada com o 'leitoa'. Eu queria ser a Peppa Pig, que é famosa no mundo todo, até porque gorda eu sou mesmo", ri. 

Follow UOL's board Moda on Pinterest.

Topo