Moda

Stylists dedicam a vida pessoal para cuidar do visual dos famosos

Reprodução/Instagram
Yan Acioli e Sabrina Sato, cliente famosa que se tornou melhor amiga imagem: Reprodução/Instagram

Juliana Faddul

Colaboração ao UOL

Eles estão sempre rodeados das mais belas mulheres, são amigos de celebridades, têm um acervo de dar inveja a qualquer amante de moda e frequentam os mais badalados eventos mundo afora. A vida dos stylists pode parecer tão incrível que parece ter saído do Instagram, mas nem tudo são flores e mesmo os profissionais que já são referência no mercado ainda suam muito a camisa.

Dudu Farias é a prova disso. Responsável pela imagem de celebridades como Fernanda Souza, Thiaguinho, Sophia Abrahão, Isabel Goulart e Henri Castelli, ele acorda todos os dias por volta das 6h da manhã. "Cuidar da imagem de muita gente exige muito trabalho, organização e dedicação. Como tenho muitos eventos e reuniões, pensar na logística é essencial porque tudo ocorre simultaneamente", fala. Para estar sempre preparado, Dudu procura deixar as malas com as roupas que serão usadas por seus clientes ou em editoriais de revistas sempre prontas. E olha que organizá-las não é uma tarefa muito fácil, afinal são 8 mil peças de grifes como Balmain, Prada, Versace, Chanel e Gucci.

E vestir alguém é mais do que apenas montar um look com modelos de marcas famosas. Rodrigo Polack explica que conhecer um cliente é praticamente um trabalho de artesão, cujo sucesso está em desvendar a personalidade dele. "Nada é imposto. É uma conversa franca e aberta, com bastante intimidade, eu diria. O interessante, é que sempre consigo surpreendê-lo com novos shapes e peças que, normalmente, ele passaria longe", fala o responsável pela imagem das cantoras Karol Conká, Ludmilla e Maria Rita. Polack, que começou em 2003 "dando a cara a tapa", acredita que a chave do sucesso está na ousadia… e na astrologia. "Sou aquariano e novidadeiro. Adoro sair do conforto", fala.

Quem também teve que sair do conforto para perseguir o sonho de se dedicar ao mundo da moda foi Yan Acioli, que largou a profissão de publicitário para se dedicar às peças de grife e à rotina com os famosos. Natural de Brasília, veio para São Paulo após uma viagem à Austrália e logo foi apadrinhado pelo consultor de moda Rapha Mendonça. "Tive sorte porque aqui conheci pessoas incríveis", fala.

Além do amigo de profissão, ele conheceu a cliente e melhor amiga Sabrina Sato, com quem divide sua rotina profissional e pessoal. Se Sabrina é elogiada pelas curvas e pelo bom gosto, grande parte do mérito é dele --embora negue. "Sabrina tem um corpo incrível e tudo cai bem nela. A sensualidade está nela, não nas roupas", fala. Yan também realizou trabalhos para Kaká, Preta Gil, Claudia Leitte e Ivete Sangalo, e garante que cada cliente é completamente diferente do outro. "Se você pensar apenas em roupa, cada mulher tem um corpo diferente. Mas o trabalho de estilo é mais interior do que exterior. Você pode ter uma mulher mais magra e uma com um corpo mais 'real'. Se a cabeça delas está confusa, encontrar um estilo também será", define. 

Veja três dicas para se vestir como uma famosa: 

  • Pense em tudo: "São cuidados, são detalhes que fazem toda a diferença. Desde uma barra bem dobrada até uma fita dupla face para segurar o decote", explica Dudu.
  • Fita microporosa, sua nova melhor amiga: Está achando que não há bastidores em todo look bem composto? Saiba que muito provavelmente ela não sairá da sua bolsa! Afinal, pode ser usada no sapato, no look, nos seios, que nem a Kim Kardashian ensinou em seu site… Tudo que a composição pedir --só cuidado para não se machucar.
  • Ouse. "Pessoas anônimas querem estar bem vestidas, dentro de algumas regras que elas mesmas impõem. Celebridade gosta de ser única, exclusiva, usar o que ninguém tem", fala Polack.

 

Topo