Moda

Vestidos vitorianos roubam o lugar dos transparentes em festas de Cannes

Getty Images
Lily-Rose Depp (à dir.), Riley Keough, Vanessa Paradis e Soko com diferentes versões do modelo imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

Saem os vestidos transparentes que deixam muito bordado e pele à mostra, entram os longos cheios de babados e outros "rococós". Os longos vitorianos, com a gola bem fechada e cheio de frufrus, conquistaram o tapete vermelho do Festival de Cannes, que acontece até o dia 22. 

Em um contraste com visuais mais despojados com calças de alfaiataria e saltos baixos, as peças chamam a atenção pelo excesso de tecido, franzidos e outros detalhes. Um exemplo foi a peça da grife Chloè usada pela atriz francesa Soko, cuja saia ampla foi o centro de várias fotos da artista, e a versão mais minimalista da Chanel vestida por Lily-Rose Depp, na estreia de "The Dancers". 

Vanessa Paradis, mãe de Lily-Rose, preferiu um modelo mais revelador, com transparência estratégicas, mas também cheio de babados. 

Topo