Mundo fashion

Artista plástica acusa Zara de plágio e recebe resposta grosseira da marca

Do UOL, em São Paulo

Em post publicado na última quarta-feira (20) em sua conta no Instagram, a artista norte-americana Tuesday Bassen acusa a marca espanhola Zara de plagiar seus desenhos em estampas de roupas. Segundo a desenhista, o caso ocorre desde 2015 e, procurada pelos advogados de Tuesday, a resposta da marca foi a de que a arte em questão não é tão distinta a ponto de ser associada à artista, como mostra o post.

 

 

I've been pretty quiet about this, until now. Over the past year, @zara has been copying my artwork (thanks to all that have tipped me off--it's been a lot of you). I had my lawyer contact Zara and they literally said I have no base because I'm an indie artist and they're a major corporation and that not enough people even know about me for it to matter. I plan to further press charges, but even to have a lawyer get this LETTER has cost me $2k so far. ? It sucks and it's super disheartening to have to spend basically all of my money, just to defend what is legally mine. ?? EDIT: Some of you are asking how you can help. Repost and tag them, on Twitter, on Insta, on Facebook. I don't want to have to burden any of you with the financial strain that comes with lawsuits.

Uma foto publicada por Tuesday Bassen (@tuesdaybassen) em

 

"Eles literalmente disseram que não tenho razão por ser uma artista independente e eles serem uma grande companhia, e que não sou conhecida a ponto de ser relevante. Planejo seguir com as acusações", afirma a artista, que alega estar com dificuldades financeiras para manter o processo.

Nesta quinta-feira (21), a empresa-mãe da marca, a Inditex, deu à Vogue britânica uma resposta muito mais amena sobre o caso, afirmando que toda a questão está sob investigação e que o grupo leva a criatividade individual muito a sério. Ainda segundo a empresa, a artista já foi procurada para que o caso seja resolvido da maneira mais suave possível.

Topo