Moda

Grupo de moda Valentino vê sinais de recuperação no mercado

MILÃO (Reuters Life!) - O grupo de moda Valentino prevê que 2009 será um ano difícil para o varejo de luxo, mas afirmou que está vendo resistência e recuperação em grifes de qualidade como Marlboro e Hugo Boss.

O executivo-chefe da Valentino, Stefano Sassi, disse ao jornal Corriere della Sera que sua empresa de luxo vem assistindo a uma recuperação nas vendas desde meados de abril.

"No primeiro trimestre perdemos um pouco em termos de vendas e lucratividade, mas desde meados de abril estamos assistindo a uma retomada," disse ele em entrevista publicada na segunda-feira na seção de economia do jornal, CorriereEconomia.

Este ano será "mais difícil" que 2008, ele acrescentou. O grupo, que inclui as grifes Valentino e Hugo Boss, além de ser dono da licença da grife de roupas Marlboro, vai se concentrar em controlar seus custos.

"Esta crise atingiu sobretudo o setor de luxo. Uma grife como a Marlboro, por exemplo, está conservando os níveis de 2008, e até mesmo a Hugo Boss está mantendo sua posição," disse Sassi.

"Mas em abril e maio vimos sinais muito encorajadores também para a linha Valentino."

O grupo de moda Valentino, que é controlado pelo grupo de participações acionárias Permira, elevou suas vendas em 3 por cento em 2008, para 2,2 bilhões de euros (3,08 bilhões de dólares), enquanto seus lucros básicos caíram de 330,3 milhões de euros para 320,4 milhões de euros.

O fundador da Valentino, Valentino Garavani, aposentou-se em janeiro de 2008, depois de dirigir a maison por quase meio século e converter os vestidos de noite vermelhos que são sua marca registrada em presença regular nos tapetes vermelhos do Oscar, do Festival de Cinema de Cannes e outros.

Sua sucessora, Alessandra Facchinetti, permaneceu menos de um ano no cargo antes de afastar-se da maison, "amargurada." O lugar dela foi tomado pela equipe formada por Maria Grazia Chiuri e Pier Paolo Piccioli, que já eram da empresa.

Sassi disse que a Valentino já vendeu 30 por cento de suas pré-coleções para o outono/inverno 2009 - "um resultado realmente, realmente bom, levando em conta que estamos vendendo a coleção ao preço integral." (Reportagem de Jo Winterbottom)
Topo