Moda

Milão passa NY como capital mundial da moda; São Paulo avança

SYDNEY (Reuters) - Milão pôs fim aos cinco anos de reinado de Nova York como maior cidade da moda mundial, enquanto Hong Kong e São Paulo ingressaram na lista das dez maiores, revela uma pesquisa anual sobre as principais cidades da moda no mundo.

  • O estilista Giorgio Armani após seu desfile masculino para o Verão 2009, em Milão


A lista é baseada na pesquisa desenvolvida pela Global Language Monitor, grupo sem fins lucrativos sediado nos EUA proprietário de um algoritmo que rastreia palavras e frases na mídia impressa e eletrônica e na internet. As palavras e frases são rastreadas com base na frequência, uso contextuas e na visibilidade que esses artigos recebem em pontos de venda.

O mundo da moda é dominado por cinco cidades - Nova York, Roma, Paris, Milão e Londres --, mas Nova York liderou a lista durante cinco anos consecutivos.

Este ano, porém, Milão ocupou o primeiro lugar, seguida por Nova York, Paris, Roma e Londres.

Outras cidades que avançaram nitidamente foram Hong Kong e São Paulo, que entraram para as Top 10, enquanto Barcelona e Miami ganharam força também.

Numa disputa apertada por posição no mundo da moda asiático, Mumbai ultrapassou Délhi. Na Austrália, Sydney passou à frente de Melbourne.

"A reestruturação econômica global afetou a indústria da moda, assim como todo o resto", disse Millie Lorenzo Payack, diretora do Global Language Monitor.

"As passarelas ainda ficam lotadas, mas com as luzes menos fortes, o hype um pouco contido e os recessionistas, é claro, ganhando destaque."

Segue a lista das 20 cidades mais importantes para a moda, com o ranking do ano passado entre parênteses.

1. Milão (4)

2. Nova York (1)

3. Paris (3)

4. Roma (2)

5. Londres (5)

6. Los Angeles (6)

7. Hong Kong (11)

8. São Paulo (33)

9. Sydney (7)

10. Las Vegas (8)

11. Dubai (12)

12. Tóquio (10)

13. Miami (26)

14. Barcelona (25)

15. Xangai (13)

16. Nova Délhi (24)

17. Rio de Janeiro (30)

18. Berlim (9)

20. Cingapura (14)

(Reportagem de Belinda Goldsmith)

Topo