Moda

Linhas de smokings de Stella McCartney homenageiam a YSL

Astrid Wendlandt

Stella McCartney pode ter dedicado sua nova coleção a seus familiares e amigos, mas, em termos de moda, ela rendeu homenagem a Yves Saint Laurent, com tops inspirados em smokings e terninhos brancos.

As modelos passaram ao lado de seu pai, o ex-Beatle Paul McCartney, trajando paletós de cetim branco, sem mangas e com decotes baixos, com saias abertas e com recortes.

"É tão brilhante, tão cheio de estilo. Estou muito orgulhoso", disse McCartney à Reuters após o desfile, realizado sob a cúpula dourada do teatro Opera Garnier, na região central de Paris.

Críticos de moda dizem que Stella McCartney é a estilista mais recente a ter sido atingida pela febre de Saint Laurent.

Uma análise das tendências das coleções para a próxima primavera/verão mostra que o estilista ícone também influenciou as cores fortes de Marc Jacobs e os terninhos pretos e brancos da Givenchy.

A presença estilística de Saint Laurent nas passarelas coincide com uma série de exposições retrospectivas sobre o estilista francês e de um longa-metragem lançado há pouco sobre seu longo caso de amor com seu sócio de negócios Pierre Bergé.

Saint Laurent, que morreu há dois anos, é visto como tendo mudado a maneira como as mulheres se vestem, fazendo-as trajar calças de dia e à noite, casacos safári e o que os franceses chamam de "le smoking", ou seja, o paletó em estilo smoking.

"Le smoking está em toda parte", disse Ken Downing, diretor de moda da loja de departamentos americana Neiman Marcus, falando à Reuters após o desfile.

"YSL está influindo sobre muitos estilistas nesta temporada. Ela (Stella McCartney) é grande adepta da alfaiataria masculina, ... a ideia muito própria de Saint Laurent de pegar um terno masculino e colocá-lo no corpo de uma mulher, para que ela pareça confiante e ao mesmo tempo sexy."

Downing disse que a imagem de Bianca Jagger em um terno YSL inteiramente branco ainda está muito presente nos desfiles das coleções em Paris nesta temporada.

Mas a coleção nova de McCartney também teve tops e outras criações de brim, além de terninhos e vestidos com grandes estampas cítricas, que arrancaram elogios dos ocupantes das primeiras fileiras da plateia.

"Adorei. O limão é minha fruta favorita em estampas. Sou obcecada por limões", disse à Reuters a cantora Beth Ditto, que abriu o desfile de Jean-Paul Gaultier no fim de semana.

Stella McCartney faz parte do Grupo Gucci, que pertence ao grupo de luxo e varejo PPR, comandado por Francois-Henri Pinault. Este estava presente no desfile dela, acompanhado por sua mulher, a atriz Salma Hayek.

Topo