Moda

Moda para vender, cores fortes e até noivado do príncipe William dão o tom do inverno em NY

Getty Images
Montagem mostra looks Vera Wang, Marc by Marc Jacobs e da grife de Victoria Beckham, cotada para vestir Kate Middleton no casamento com o príncipe William imagem: Getty Images

MICHELLE NICHOLS Reuters

 

NOVA YORK (Reuters) - Pregas, xadrez, cores fortes, calças de boca larga e casacos luxuosos são algumas das tendências apontadas na New York Fashion Week para o outono e o inverno de 2011, dizem compradores e especialistas.

Muitos designers exibiram silhuetas mais soltas, são mais fáceis de usar. Houve uma ênfase nas peças separadas, permitindo que os consumidores acrescentem coisas ao seu guarda-roupa, sem ter de comprar um modelo novo inteiro.

Os estilistas buscaram inspiração em décadas passadas - dos anos 1930 da coleção de Vera Wang aos anos 1990 de Tibi - e até mesmo no noivado do príncipe William com Kate Middleton, disse o diretor de moda da Marcus Neiman, Ken Downing.

"Há um aceno à Inglaterra, Kate Middleton definitivamente está no ar", afirmou Downing. "Essa ideia da roupa 'Town and Country', onde há muito tweed, vimos muito xadrez."

"Saias xadrezes são ótimas porque são femininas, românticas, sejam no joelho ou longas, elas vão interessar a muitas mulheres", disse ele.

Quase 90 estilistas se apresentaram oficialmente na New York Fashion Week, um evento bianual que termina na quinta-feira e é seguido por eventos em Londres, Paris e Milão. Em Nova York, vários outros desfiles de moda ocorreram ao mesmo tempo em que o evento principal.

Designers e lojistas estão mais cientes de que os consumidores querem valor pelo dinheiro pago, em meio a uma tépida economia norte-americana, dizem os especialistas.

"Os estilistas criavam e ainda estão criando para o consumidor que estava segurando seus gastos", disse Marshal Cohen, analista-chefe do NPD Group. "Procure as cores fortes para complementar o guarda-roupa. Busque itens em vez de apenas looks completos."

"Os estilistas este ano estão mostrando um produto que tem luz, silhuetas mais amplas, mais fáceis de serem usadas e certamente que vestirão um número maior de pessoas e não apenas o mercado muito reduzido de moda para as pessoas extravagantes", afirmou ele.

Topo