Moda

Lucro da Prada dispara 74% no primeiro semestre

AFP
A top dinamarquesa Freja Beha Erichsen desfila look da Prada para o Verão 2011: coleção repleta de listras obteve sucesso de vendas imagem: AFP

HONG KONG, 19 de setembro (Reuters) - A grife italiana Prada teve um salto de 74%  no lucro do primeiro semestre, superando previsões da empresa feitas em junho em seu prospecto de oferta de ações e disse que manteria seu plano de abertura de lojas.

"Nós vamos continuar exatamente o que nós planejamos em termos de investimentos, particularmente em aberturas de novas lojas", disse o vice-presidente do conselho de administração, Carlo Mazzi, à Reuters em uma entrevista pelo telefone.

"Nós estamos nos mercados de produtos de luxo e não no mercado médio. Geralmente, este segmento de mercado é menos atingido pela crise", disse ele, nesta segunda-feira.

A Prada, baseada em Milão, afirmou que o grupo obteve lucro líquido de 180 milhões de euros (US$ 246 milhões) no período de seis meses encerrado em julho, em comparação com a previsão de 151 milhões de euros que consta no prospecto de listagem de ações.

Enquanto isso, as vendas da empresa, que começou a negociar ações na bolsa de Hong Kong em junho, somaram 1,134 bilhão de euros, alta de 21%.

Topo