Moda

Loja de luxo em Paris adota rock no lugar de canções de Natal

REUTERS/Charles Platiau
A loja de luxo Galeries Lafayette, em Paris, decorada com luzes de Natal (08/11/2011) imagem: REUTERS/Charles Platiau

Anna Maria Jakubek

PARIS  - O rock and roll ao vivo vai substituir as músicas natalinas nas vitrines da Galeries Lafayette, numa tentativa da loja de departamento parisiense de aumentar a curiosidade do público, e o número de clientes, para a temporada de compras no fim do ano.

Honrando a tradição, a loja está preparando um show deslumbrante para os consumidores e turistas nos dias antes do Natal, mas, neste ano, está tentando atrair a atenção de adolescentes loucos por música tanto quanto dos tradicionais fãs dos contos de fadas, novos ou velhos.

Diante da crise de dívida está obrigando grande parte da Europa a adotar medidas de austeridade, o consumo tem caído nas últimas semanas, tornando os atrativos para o público ainda mais importante, mesmo para as lojas de artigos de luxo que podem contar com um grande contingente de turistas no coração da capital francesa.

A lenda do rock Iggy Pop, sem camisa como sempre, ajudou a Galeries Lafayette a promover o show, posando para panfletos em uma foto em que usa um chapéu vermelho de Papai Noel e sua guitarra.

O objetivo de atrair mais os adolescentes do que crianças está claro.

As primeiras semanas terão shows ao vivo todas as noites nas vitrines de uma série de bandas de grandes nomes do rock e do folk, uma do Mali, outra da Austrália e a maioria das outras da própria França.

E além dos shows ao vivo, animais peludos e fantoches de contos de fadas serão substituídos por manequins com roupas de couro e bonecas com roupas glamourosas -- todas feitas artesanalmente e um pouco mais ousadas que a exposição costumeira de smurfs, bonecos de neve e fantoches adoráveis típicos do Natal.

Topo