Moda

Desfiles de moda em Londres buscam inspiração na pintura e roupa esportiva

Getty Images
17.fev.2014 - A coleção de Tom Ford apresentada em Londres conta com formas simplificadas em preto, branco e vermelho e um momento com estamparia animal. O desfile começa com peças em veludo, passa pelo couro, pelas peles e termina com vestidos longos e fluídos de mangas compridas imagem: Getty Images

De Londres

Os estilistas de moda de Londres procuraram inspiração na pintura e na moda esportiva enquanto os principais editores, modelos e celebridades chegavam em grande número à maior passarela da capital nesta segunda-feira (17).

A marca britânica Burberry enviou as modelos para a passarela em longos vestidos e lenços esvoaçantes, com desenhos e pinceladas de flores, folhas e estampas abstratas outonais em tons de azul centáurea, amarelo limão e rosa blush.

A exibição, que contou com uma performance ao vivo de Paloma Faith, Ed Harcourt e Rhodes, também teve a presença na primeira fila dos atores Bradley Cooper e Naomie Harris, bem como da editora-chefe da "Vogue" dos EUA, Anna Wintour, e do cantor Harry Styles, da banda One Direction.

O estilista Christopher Bailey disse que se inspirou em artistas do Grupo Bloomsbury de Londres, do início do século 20, que incluía os pintores Duncan Grant e Roger Fry.

"O que eu quis fazer foi capturar o espírito da coleção - as cores, bordados, os tecidos -, mas também com toda a pintura à mão nas bolsas, casacos, sapatos e cintos", disse Bailey, que está prestes a se tornar presidente-executivo da companhia, em declarações a jornalistas nos bastidores.

Os trench coats da Burberry tinham desenhos pintados à mão e eram apertados perfeitamente na cintura, combinados a saias lápis em tons de ocre, laranja queimado e vermelhos puxando para o vinho.

O estilista norte-americano Tom Ford vestiu suas modelos com túnicas de veludo, saias lápis de couro, casacos de pele coloridos e camisas de futebol de lantejoulas adornadas com o seu nome.

Saias longas, vestidos de malha e jaquetas também foram destaque na coleção de Ford, em tecidos luxuosos, como peles de leopardo, couro de jacaré e caxemira.

Ford disse estar confiante de que sua marca, que ele fundou em 2006, depois de deixar a Gucci e YSL, está a caminho de se tornar uma das principais marcas internacionais de moda do mundo.

No começo do desfile, o estilista georgiano David Koma, que foi contratado por Thierry Mugler em dezembro para se tornar seu diretor artístico, apresentou sua coleção com roupas sob medida em uma variedade de texturas luxuosas.

O duo de estilistas da Peter Pilotto tentou fundir a moda esportiva com trajes de noite para a sua mais recente coleção com jaquetas de náilon com estampas de paisagens de montanha impressas digitalmente e vestidos longos bordados com madrepérola, inspirados por suas viagens recentes.

"Queríamos fazer algo bem verão, como as cores de verão em uma coleção de inverno, por isso quisemos usar peças de verão como conchas e tê-las bordadas em vestidos de noite", disse o cocriador Christopher de Vos.

"Nós achamos que o 'sportswear' costuma ser bem dinâmico, as linhas seguem o corpo, e é como algo ergonômico. Achamos fascinante usar isso como inspiração ao fazer roupa formal", acrescentou o estilista Peter Pilotto.

(Reportagem de Li-mei Hoang e Brenda Goh)

Topo