Moda

Executivo da LVMH diz que concorrente do Apple Watch custará R$ 4,8 mil

ARND WIEGMANN
Jean-Claude Biver, presidente da divisão de relógios da empresa LVMH imagem: ARND WIEGMANN

A fabricante francesa de bens de luxo LVMH lançará um produto concorrente ao Apple Watch, da Apple. O presidente da divisão de relógios da empresa, Jean-Claude Biver, disse ao jornal alemão "Handelsblatt" que o novo item custará 1,4 mil euros (R$ 4,8 mil). 

O grupo, que possui as marcas do acessório Zenith, Hublot e Tag Heuer, saudou o lançamento do Apple Watch porque, de acordo com Biver, o poder de mercado da Apple ajudará a criar uma nova classe de consumidores entusiasmados em relógios de luxo. 

O executivo disse ainda que a divisão da LVMH está focada em ganhar participação no mercado, mais do que apenas ser impulsionada por metas de vendas e lucro específicas, e que a empresa busca a entrada em massa das suas marcas Hublot e Tag Heuer na China. Os relógios do grupo são responsáveis por apenas 5% da receita da empresa no país asiático.

Ao jornal alemão, Biver disse que está mudando a estratégia da Tag Heuer para afastar a marca de luxo da categoria de preço de 6,5 mil euros (R$ 22 mil). Ele está focando na produção de relógio cuja faixa vai de 1,5 mil euros (R$ 5 mil) a 4,5 mil euros (R$ 15 mil).

Na loja online da Apple na Alemanha, o Apple Watch está, por sua vez, disponível em três linhas diferentes: a mais simples com preços a partir de 400 euros (R$ 1,3 mil) a 450 euros (R$ 1,5 mil), a intermediária, cujo produto sai por 700 euros (R$ 2,4 mil) a 1,2 mil euros (R$ 4 mil), e, por fim, o segmento de luxo, com itens de 11 mil euros (R$ 37 mil) a 18 mil euros (R$ 61 mil). 

Topo