Moda

Desfile de moda feminina da Gucci traz caleidoscópio de cores e temas

STEFANO RELLANDINI

Cobras, pássaros e flores tomaram a passarela no caleidoscópio de temas do desfile de moda feminina da Gucci, no qual o estilista Alessandro Michele transformou as peças de roupa em "mapas psicogeográficos" para a temporada Verão 2016 da grife italiana.

As modelos, que desfilaram em uma passarela também decorada com desenhos de flores e cobras, exibiram tops e vestidos de chiffon e seda estampada, alguns deles com franzidos trompe l'oeil e grandes laços.

Imagens do Egito antigo também foram usadas como estampas em parte da coleção, que investiu sobretudo em flores coloridas e desenhos de animais e pássaros, peixes e cobras nas pernas das calças.

Também houve uma referência aos anos 70 na presença de cortes de cabelo estilo "tigela" ou "channel", luvas douradas cobertas com grandes braceletes e bolsas de mão de couro cheias de ângulos.

Michele, ex-designer de acessórios de cabeça da Gucci que se tornou diretor de criação em janeiro, também tomou como inspiração a "Carte de Tendre", uma mapa baseado no tema do amor, em suas criações, reveladas na quarta-feira (23) durante a Semana de Moda de Milão.

O mapa, publicado em 1654 na primeira parte do romance "Clélie", de Madeleine de Scudéry, foi usado em uma saia e um vestido.

Michele colocou um salto alto no clássico mocassim da Gucci e equipou os terninhos femininos com laços adornados com desenhos ousados, como uma boca sorridente e uma joaninha.

Óculos grandes, algumas com boinas brilhantes, sandálias de salto com folhas em alto relevo e uma vasta gama de bolsas de mão também tomaram as passarelas. Michele manteve a clássica faixa diagonal da Gucci nos acessórios, como um cinto em um vestido verde de renda.

Topo