Últimas de Estilo de vida

Dona de bar é condenada à prisão por barulho em Barcelona

Uma dona de bar na cidade espanhola de Barcelona foi condenada nesta terça-feira (17) a cinco anos e meio de prisão por causa do barulho do seu estabelecimento.

Os juízes do caso decidiram que a música alta que saí do bar Donegal teria causado danos físicos e psicológicos a três pessoas que moravam em residências vizinhas.

O sistema sonoro não licenciado de Maria del Carmen Ahijado costumava tocar, entre abril de 2005 e maio de 2006, diariamente, das 9h da manhã às 3h da madrugada. O bar foi fechado em 2006.

Os juízes descreveram o alto volume da música como uma forma de tortura. Um dos vizinhos procurou tratamento para ansiedade, depressão e insônia.

A proprietária havia ignorado uma série de ordens legais para abaixar o volume da música. Além da prisão, ela recebeu uma multa de 17 mil euros (equivalente a cerca de R$ 50 mil).

Os juízes decidiram aplicar uma "sentença dura, a mais pesada já imposta por um tribunal espanhol para este tipo de crime", segundo o jornal "El Periodico".
Topo