Últimas de Estilo de vida

Compradora compulsiva foi achada morta sob pilha de roupas

Um inquérito na Grã-Bretanha revelou que uma idosa de 77 anos que era compradora compulsiva foi encontrada morta coberta por uma pilha de roupas e outras compras em sua casa.

Os investigadores descobriram que a casa da idosa Joan Cunnane, na cidade de Heaton Mersey, estava tão cheia de roupas e outros itens que foram necessárias cinco visitas ao local para que se descobrisse o corpo da britânica.

Ela morreu em dezembro de 2008, vítima de pneumonia, mas os detalhes da sua morte só começaram a surgir agora, com a realização de um inquérito sobre o caso. Anteriormente, ela já havia sido diagnosticada com câncer.

Segundo relatos ao tribunal de Stockport nesta terça-feira, Joan não permitia que nenhuma pessoa - nem mesmo os amigos - entrasse na sua casa.

Um amigo, Roy Moran, disse que Joan começou a sair para fazer compras quando teve um problema com os vizinhos no seu bairro. Alguns jovens da vizinhança estavam constantemente fazendo muito barulho próximo à casa da idosa. Moran disse que Joan começou a ir às compras para passar menos tempo em casa.

Moran diz que viu a idosa pela última vez no Natal de 2008. Ele visitou a casa da amiga quatro dias depois e encontrou a porta entreaberta. A casa estava lotada de compras, do chão até o teto.

"Ele não conseguiu vê-la e não recebeu nenhuma resposta", disse o investigador John Pollard.
Moran ainda foi à casa de Cunnane outras três vezes sem encontrá-la. Os vizinhos resolveram chamar a polícia no dia 6 de janeiro, mas a primeira busca na casa da idosa não deu resultado devido "ao alto volume de propriedades pessoais e papéis lá dentro", segundo o depoimento do policial Kevin Dolan.

No dia seguinte, a polícia voltou com um caminhão para remover itens da casa. O policial encontrou o corpo de Joan Cunnane no quarto da idosa "sob uma pilha considerável de roupas e outros itens".
Topo