Comportamento

Dois em cada três acham que podem fazer melhor que chefes, indica enquete

Quase dois terços dos trabalhadores acreditam que podem fazer um trabalho melhor do que seus chefes, segundo enquete online realizada em 52 países por uma consultoria internacional de recursos humanos.

Segundo a enquete, 33% dos trabalhadores consideram seus chefes “totalmente incompetentes” e outros 34% dizem que seus chefes são “OK”, mas que eles próprios poderiam fazer um trabalho melhor.

Pouco menos que um em cada cinco trabalhadores que responderam à enquete disseram que seus chefes são melhores que eles, e outros 15% também descrevem seus chefes como “brilhantes”.

Segundo a pesquisa, os britânicos são os que menos veem seus chefes positivamente – 41% descrevem seus superiores como “totalmente incompetentes”, e apenas um em cada dez considera seus chefes “brilhantes”.

A enquete da consultoria Monster Worldwide, que ouviu mais de 9 mil pessoas em 52 países, verificou ainda que os trabalhadores chineses foram os que se mostraram mais confiantes em seus chefes.

Os resultados indicam que apenas 15% dos trabalhadores chineses questionam a competência de seus chefes, enquanto quase um terço os vê como “brilhantes”.

Na América do Sul, 37% dos trabalhadores ouvidos disseram considerar seus chefes “totalmente incompetentes” e 32% os consideram “OK”, apesar de achar que podem fazer um trabalho melhor que eles.

Apenas 12% dos sul-americanos disseram considerar seus chefes “brilhantes”, enquanto outros 19% apenas veem seus superiores como mais capazes do que eles.

'Frustração'

“Esta pesquisa revela uma grande frustração entre os funcionários de mais baixo escalão, cuja vasta maioria acredita ser suficientemente competente para assumir mais responsabilidades”, afirma Isabelle Ratinaud, diretora de marketing da Monster na Grã-Bretanha.

Para ela, os resultados não significam que a maioria dos chefes são tão ruins, mas indicam ressentimento dos empregados por causa dos salários mais altos dos chefes ou a falta de comunicação entre os chefes e suas equipes.

“Isso não significa que os funcionários devem aguentar um empregador incompetente. Se eles acham que podem fazer melhor, devem tentar uma promoção ou tentar uma posição de chefia em outro lugar”, disse.

Segundo ela, “é vital que os empregadores mantenham suas equipes o mais informadas possível e que os façam se sentir recompensados por um trabalho bem feito”.

A enquete da Monster foi feita entre os visitantes do site da consultoria entre os dias 1º de abril e 14 de abril deste ano. O levantamento, que contabilizou apenas um voto por usuário, não tem valor científico.

Topo