Comportamento

Artista de múltiplas personalidades faz arte em múltiplos estilos

A artista britânica Kim Noble é uma adolescente anoréxica. Também é um homem gay. Ou um menino que só fala latim. Ou uma pessoa muda por opção. Ou 14 artistas aclamados.

Essas são só algumas das cerca de cem personalidades que ela diz ter. Ela sofre de um quadro grave de desordem dissociativa de identidade (antes chamada de distúrbio de múltipla personalidade), que a faz trocar frequentemente entre as diversas personalidades –e entre os diferentes estilos artísticos de seus principais alter egos, a maioria deles pintores.

Patricia, como prefere ser chamada na maior parte do tempo, quando está na pele de sua personalidade dominante, acaba de lançar a autobiografia "All of Me" para contar a sua história, e se prepara para mais uma exposição de suas obras, entre 9 de novembro e 2 de dezembro, em uma galeria em Kent, no sul da Inglaterra.

Segundo a própria artista, seu quadro mental é decorrente de um abuso sofrido antes de seus três anos de idade, que "despedaçou" sua mente "em pequenos pedaços, como vidro". A desordem dissociativa de identidade seria uma forma "criativa" encontrada por sua mente para "lidar com essa dor insuportável".

Topo