Comportamento

Lady Gaga cria ONG para combater bullying

AP
Com cabelo laranja, Lady Gaga participa de uma conferência na Índia (28/10/2011) imagem: AP

Nova York - A cantora Lady Gaga anunciou nesta quarta-feira (2) o lançamento da Fundação Born This Way para apoiar jovens de todo o mundo a lutar contra o bullying, tendo a colaboração da Universidade de Harvard, entre outras instituições.

"Juntos esperamos estabelecer um padrão de coragem e amabilidade, assim como uma comunidade em nível mundial que proteja e encoraje outros contra o bullying e o abandono", disse a artista nova-iorquina de 25 anos, em comunicado.

A ONG promoverá iniciativas para ajudar os jovens em temas como confiança própria, luta contra o bullying e desenvolvimento profissional, além de utilizar "a mobilização social como um dos meios para conseguir uma mudança positiva", diz a nota.

A fundação - que também conta com o envolvimento da mãe da cantora, Cynthia Germanotta - recebe o nome do último disco de Lady Gaga e começará a atuar no ano que vem, com a colaboração da organização California Endowment e da Fundação MacArthur, além da Universidade de Harvard.

Em diversas ocasiões, a cantora expressou sua consternação pela morte de jovens vítimas de bullying na escola, como a do adolescente nova-iorquino Jamey Rodemeyer em setembro passado, aos 14 anos de idade.

Após conhecer o caso de Jamey, a artista nova-iorquina disse pelo microblog Twitter que sentia "muita raiva" do incidente e admitiu que era "difícil sentir amor quando a crueldade leva a vida de alguém".

Segundo o site da fundação (www.bornthiswayfoundation.org), a entidade buscará dar poder aos jovens através da coragem, dar ênfase à humanidade e promover o individualismo através do amor.

Topo