Últimas de Estilo de vida

Rio de Janeiro vai sediar fórum da ONU sobre habitação

Da Redação

Os problemas causados pelo crescimento urbano desordenado, pelas mudanças climáticas e as políticas públicas necessárias para tentar saná-los. Esses e outros assuntos estão na pauta de um dos maiores congressos sobre a gestão do crescimento das cidades, o Fórum Urbano Mundial 5, que em 2010 acontece no Rio de Janeiro, entre os dias 22 e 26 de março.

  • Rafael Andrade/Folha Imagem

    Moradias precárias e direito à vida são assuntos que serão discutidos no Fórum Urbano Mundial 5 no Rio de Janeiro

Com o tema central "O Direito à Vida: Unindo o Urbano Dividido", as discussões do fórum serão divididas em seis eixos: Levando Adiante o Direito à Cidade; Unindo o Urbano Dividido; Acesso Igualitário à Moradia; Diversidade Cultural nas Cidades; Governança e Participação; e Urbanização sustentável e inclusiva. As inscrições são gratuitas e ainda não têm uma data definida para terminarem.

O fórum, que acontecerá pela primeira vez na América Latina, terá como uma de suas principais características a participação popular nas propostas que serão discutidas durante o evento. Em 2001, a Assembléia Geral das Nações Unidas decidiu realizar a cada dois anos sessões de um Fórum Urbano Mundial. Sob a responsabilidade da Agência Habitat das Nações Unidas, e com apoio brasileiro do Governo Federal e do Ministério das Cidades, o evento reúne, regularmente, agentes governamentais, personalidades da sociedade civil e do setor privado para examinar um dos problemas mais urgentes que o mundo enfrenta hoje: a rápida urbanização e seu impacto nas comunidades, cidades, economias, mudanças climáticas e políticas. Hoje em dia, é o congresso mais importante sobre a gestão do crescimento das cidades.

Segundo dados da ONU (Organização das Nações Unidas), com metade da humanidade vivendo em pequenas e grandes cidades, as projeções para o futuro são que, nos próximos 50 anos, dois terços da população mundial viverão em cidades. Para os organizadores do fórum, um desafio importante é minimizar a pobreza crescente em cidades, melhorar os direitos dos pobres urbanos a serviços básicos, como moradia, água limpa e saneamento, e conseguir que o crescimento e o desenvolvimento urbanos sejam sustentáveis e respeitem o meio ambiente.

Neste ano são esperados cerca de 10 mil participantes no evento. Para Marcio Fortes, Ministro das Cidades, a conferência é uma importante oportunidade para se aproveitar em termos de intercâmbio. "Teremos a chance de avaliar alternativas postas em prática em outros países que têm problemas semelhantes aos nossos", conclui o ministro.

Serviço:

Fórum Urbano Mundial 5 - "O Direito à Vida: Unindo o Urbano Dividido"
Quando: De 22 a 26 de março de 2010
Local: Zona Portuária, armazéns 2 ao 6 e anexos, Rio de Janeiro (RJ)
Ingresso: Entrada gratuita
Informações e inscrições: www.unhabitat.org.

 

 

 

Topo