Casamento

Reino Unido se prepara para o casamento real

HELOÍSA NORONHA

Colaboração para o UOL

Com data marcada para 29 de abril de 2011 na Abadia de Westminster, em Londres, o casamento do príncipe William e de Kate Middleton é o assunto-sensação do Reino Unido desde que o casal anunciou oficialmente o noivado, em novembro do ano passado, apos oito anos de namoro. A população faz questão de acompanhar cada passo da dupla, num "frisson" semelhante ao que antecedeu a boda de Charles e Diana, em 1981, há trinta anos.

Na última quinta (24), por exemplo, William e Kate fizeram sua primeira aparição juntos em uma cerimônia oficial após o anúncio do noivado. Diante de centenas de pessoas, que se mostraram extremamente carinhosas com a futura princesa, o casal batizou uma lancha pneumática que será utilizada numa base de resgate na baía de Trearddur, no noroeste do País de Gales.

Outra novidade que mereceu destaque nos últimos dias foi o início do envio dos convites para a cerimônia de casamento. A rainha Elizabeth 2ª, avó de William, enviou quase 2 mil convites com a sua insígnia estampada em ouro polido. Entre os destinatários, familiares, amigos, autoridades estrangeiras, soldados e diplomatas. Nenhum nome, porém, foi divulgado. Cerca de 600 pessoas participarão de uma recepção com a rainha no palácio de Buckingham na hora do almoço, enquanto um grupo mais seleto, de aproximadamente 300 pessoas, foi convidado para um banquete noturno oferecido pelo pai de William, o príncipe Charles. Fofoca real: entre os membros da família real britânica, a duquesa de York, Sarah Ferguson, tia do príncipe William e ex-esposa do príncipe Andrew, conhecida por suas extravagâncias, não foi convidada, segundo seu porta-voz. Entre outras notícias divulgadas há a que o príncipe Harry será o padrinho de casamento do irmão. Já Kate Middleton escolheu sua irmã Pippa para ser sua dama-de-honra no casamento.

Até o momento, nenhuma informação sobre as roupas que os membros da família real devem usar na data foi anunciada, o que só aumenta a curiosidade, principalmente em relação ao estilista que vai assinar o vestido de noiva da princesa. Sabe-se que Kate, que é fã das grifes Issa (da brasileira Daniella Helayel, que produziu o vestido azul do noivado) e Diane von Furstenberg, recentemente encomendou algumas peças da última coleção de Victoria Beckham para incrementar seu guarda-roupa. A imprensa inglesa levantou a hipótese de que a noiva do príncipe William pode vestir criações da esposa do jogador David Beckham durante os atos prévios e posteriores ao enlace real. Nada foi confirmado, entretanto.

Enquanto especula mais detalhes sobre o casamento, que já vem sendo considerado o "do século", o Reino Unido se diverte com as compras de lembrancinhas comemorativas como pratos, xícaras e canecas oficiais, vendidas na loja do Palácio, e genéricas, além de livros que contam a história do casal. Há espaço, inclusive, para o humor tipicamente inglês: na Grã-Bretanha, a artista gráfica Lydia Leith criou sacos de vômito estilizados com a imagem de William e Kate, nas cores da bandeira local, para atender quem se sentir "enjoado" diante de tanta euforia. Uma exceção, já que, por mais enjoativa que seja toda essa empolgação, o Reino Unido ainda parece preferir degustar o doce sabor dos contos de fadas.

Topo