UOL Estilo UOL Estilo

25/04/2008 - 15h28

Móveis de papelão são duráveis e permitem decoração inusitada

CHRIS CAMPOS
Colaboração para o UOL

Divulgação

Banquinhos infantis de papelão da Jaya, que podem ser pintados

Banquinhos infantis de papelão da Jaya, que podem ser pintados

Outro dia ouvi o que me pareceu ser mais uma tendência decorativa: investir em móveis que não duram a vida toda. A justificativa era das mais plausíveis. O interlocutor apregoava ser muito mais interessante (e bem menos cansativo) adquirir um sofá ou uma mesa que pudesse ser trocada a médio prazo. Afinal de contas, em tempos de mobilidade máxima, de pessoas mudando de casa, de estado civil e de estilo de vida o tempo todo, nada mais justo.

Uma boa idéia pode ser investir em móveis feitos com papelão, o que parece ser outra tendência decorativa do momento. Fora do Brasil, eles já vêm sendo difundidos há um tempinho. Grandes nomes do design e da arquitetura, como o canadense Frank Ghery, já lançaram suas linhas de móveis feitos 100% com papelão. Há ainda os que garantem ser possível bolar seus próprios móveis de papel, como ensina o arquiteto suíço Nicola Enrico Staubli, no site Foldschool

O que nos leva a outra tendência: a do ser ecologicamente correto também na hora de decorar nossos próprios domicílios. Por conta disso, a cenógrafa Daniela Thomas vem há algumas edições do São Paulo Fashion Week investindo em peças que podem ser recicladas assim que a semana de moda é encerrada. Na última edição do evento havia instalações e até mobiliário feito de papelão. Algumas das peças foram produzidas pela empresa 100 T, especializada em móveis dessa linha. A proprietária, Daniela Bueno Leite, teve a idéia de fabricar móveis de papelão por aqui depois de se encantar com a mobília de um dos estandes de uma mostra de artes na Espanha. "Fiquei louca com as peças e, de volta ao Brasil, reuni uma equipe para me auxiliar na produção", conta. "Foram muitos testes até chegarmos ao resultado ideal, mas hoje já produzimos mesas, cadeiras e bancos de papelão".

Divulgação

Divulgação

Cadeira de papelão ondulado criada pelo arquiteto Frank Gehry



Daniela aponta a leveza e a praticidade das peças como pontos pró-investimento em móveis feitos com esse material. Isso porque você pode guardar cadeiras extras (para dias de festa em casa, por exemplo) dobradas dentro do armário. Na hora, basta montar para garantir lugares a mais para os convidados. A empresária também garante que os móveis de papelão são muito resistentes e, se bem cuidados, podem ter uma vida útil de até três anos: "Só não pode deixar o móvel exposto ao tempo ou em contato com umidade. Se molhar estraga".

Outra defensora do mobiliário de papel é a designer Sabrina Arini, da Jaya, empresa especializada em decoração que acaba de lançar uma linha de banquinhos de papelão para adultos e crianças. "Começamos a fazer várias peças inspiradas nessa onda ecológica e os banquinhos são algumas delas", explica Sabrina. A versão para adultos suporta até 80 quilos, e a infantil até 30 quilos - a última ainda vem com desenhos que podem ser pintados pelo dono do "brinquedo". Os próximos projetos a serem lançados pela marca são mesinhas e casinhas de boneca - com estréia programada para a próxima edição da Craft + Design, no segundo semestre deste ano.

No álbum de fotos você conhecerá alguns móveis e acessórios para casa feitos com papelão.

Chris Campos é jornalista e editora do site Casa da Chris

SERVIÇO

Coisas da Doris: Rua Ministro Rocha Azevedo, 834, Jardins, São Paulo. Tel. 0/XX/ 11 3083 1962 www.coisasdadoris.com.br

Micasa: Rua Estados Unidos, 2109, Jardins, São Paulo. Tel. 0/XX/11 3088 1238 www.micasa.com.br

Olá: Rua Fradique Coutinho, 1340, Vila Madalena, São Paulo. Tel. 0/XX/11 3815 2549 www.olaloja.com.br

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host